Alex faz dois gols, Coritiba empata com o Santos no fim e segue invicto no Campeonato Brasileiro

Alex faz dois gols, Coritiba empata com o Santos no fim e segue invicto no Campeonato Brasileiro

Em duelo disputado na Vila Belmiro, pela oitava rodada, o meia brilhou e garantiu o empate por 2 a 2, mantendo sua equipe invicta.

O Santos esteve muito perto de conseguir o que sete equipes tentaram no Brasileirão: vencer o Coritiba no Brasileirão. Mas o time paulista pagou caro por diversas chances perdidas no fim e viu o meia Alex empatar o jogo para os paranaenses aos 42 do segundo tempo. Em duelo disputado na Vila Belmiro, pela oitava rodada, o meia brilhou e garantiu o empate por 2 a 2, mantendo sua equipe como única invicta no Brasileirão até aqui.

Com gols de Neilton e Cícero, o Santos, comandado por Claudinei Oliveira, chegou à sua quarta partida seguida sem perder - vinha de três vitórias até aqui -, e subiu para 12 pontos na tabela. Já o Coritiba foi aos 16 pontos conquistados em oito jogos e ocupa a vice-liderança (mesmo número de pontos do Botafogo, mas uma vitória a menos). Até aqui são quatro vitórias e quatro empates.

Este foi o 24º jogo seguido que o Santos saiu sem ser derrotado dentro de seu estádio. O último revés na Vila foi em agosto do ano passado, para o Bahia, por 3 a 1, pelo Brasileirão-2012.

O Coritiba começou a partida com amplo domínio do jogo, apesar de o primeiro susto ter sido do Santos, em cobrança de falta de Cícero aos dois minutos. Robinho, Alex e Deivid incomodavam a defesa santista com chegadas e trocas de bola no campo de ataque. Junior Urso assustou em chute de fora da área, mas foi o camisa 10 do Coritiba quem esteve muito perto de abrir o placar.

Aos 12 minutos, Robinho abriu as pernas na frente da grande área e a bola chegou limpa para Alex, que ficou cara a cara com o goleiro Aranha, atrasou um pouco chute e bateu rasteiro no canto direito. A bola bateu na trave e, no rebote, voltou para Deivid finalizar. O atacante, porém, errou feio o alvo e mandou para fora, desperdiçando chance clara.


Alex faz dois, Coritiba empata com o Santos no fim e segue invicto no Brasileirão

O Santos não se acuou com o domínio dos visitantes. O argentino Montillo, três minutos depois, disparou um chute forte e a bola passou por cima do gol de Vanderlei. Aos 20 pintou o primeiro gol. Galhardo, pela direita, deu ótimo lançamento para Leandrinho, que invadiu a área e passou pelo alto para Neilton, com frieza, chutar forte e abrir o marcador para o time da casa.

Atrás no marcador, o time paranaense partiu para o ataque em busca do empate e deixou alguns espaços atrás, deixando o jogo aberto. O Santos voltou a assustar em chute de Galhardo, mas o Coritiba conseguiu voltar a ter o domínio das ações ofensivas, sempre com a bola passando pelos pés de Alex. Na segunda desatenção da zaga com o meia, ele não perdoou. Recebeu na entrada da área, onde passou boa parte do primeiro tempo, invadiu a área e mostrou sua categoria ao dar um toque sutil por cima de Aranha, empatando o jogo aos 40 minutos.

Depois da conversa no vestiário com o técnico Claudinei Oliveira, o Santos voltou melhor para o segundo tempo. Montillo começou a aparecer mais em campo e criou boas opções de ataque para o time. Do outro lado, os lances mais perigosos saíam sempre dos pés de Alex.

Até os 15 minutos, os donos da casa tiveram um pouco mais de domínio. A partir dali, o time paranaense implantou uma pressão forte. Primeiro Alex cobrou falta na área e Chico cabeceou obrigando Aranha a fazer defesa difícil e mandar para escanteio. Na cobrança, pareceu repetição. Cruzamento do camisa 10 e Chico, de cabeça, mandou a bola na trave, assustando a torcida.

O Santos respondeu à pressão com gol, assim como havia feito no primeiro tempo. Galhardo cobrou falta pelo lado direito e colocou a bola na cabeça de Cícero, que subiu sozinho e cabeceou forte no canto esquerdo de Vanderlei, recolocando o Santos na frente do placar. Foi o terceiro gol do volante na competição até aqui.

Em vantagem e puxado por Montillo, o time paulista partiu para o ataque em busca do terceiro gol, que ficou muito perto. Aos 25, o meia argentino, dentro da área, bateu forte e a bola explodiu na trave de Vanderlei. Na sobra, Giva, que substituiu William José, chutou e obrigou o goleiro a espalmar. Em novo rebate, Cícero bateu a Vanderlei, de novo, fez boa defesa. Na sequência, Giva invadiu a área, mas chutou mal e a bola foi para fora.

Na reta final do segundo tempo, o Santos abusou de perder mais gols. Neilton desperdiçou chance clara ao errar rebote de chute de Giva. Depois, Pedro Castro recebeu lançamento de Montillo, driblou Vanderlei, mas o goleiro se recuperou bem e impediu o gol. Tantos erros custaram muito caro aos donos da casa. Aos 42, Alex, o dono do meio-campo, tabelou com Robinho e, da entrada da área, bateu colocado, em chute indefensável para Aranha, marcando seu quarto gol na competição e dando números finais ao duelo.

Na próxima rodada, o Santos vai até o Estádio Moises Lucarelli, em Campinas, para enfrentar a Ponte Preta no sábado (27), às 21h. Já o Coritiba recebe o Vitória no domingo, às 16h, no Couto Pereira, onde tem 100% de aproveitamento neste Brasileirão (quatro jogos e quatro vitórias).

Fonte: UOL