Alonso: "brigaria pela vitória em Mônaco"

Alonso disse que os pontos conquistados não foram o bastante em relação ao que poderia ser feito na corrida.

Para Fernando Alonso, caso não tivesse largado dos boxes no GP de Mônaco, teria brigado pela vitória. O piloto da Ferrari ressaltou que o sexto lugar foi uma boa posição somente pelas condições em que se encontrava.

"No sábado de manhã, todos vocês sabem o que aconteceu, e o sexto lugar no domingo teve um gosto muito diferente. Este resultado deve deixar a equipe orgulhosa de tudo o que eles fizeram em circunstâncias difíceis", disse.

O piloto lamentou ter ficado de fora do treino de classificação, principalmente em Mônaco, onde uma boa posição no grid é fundamental. "Não poder participar da classificação era algo que nunca havia acontecido comigo. Podia acontecer de você sair nas primeiras fases, por conta de um erro ou de um problema técnico, mas é muito cruel se ver olhando a tela desde o início", afirmou.

Alonso disse que os pontos conquistados não foram o bastante em relação ao que poderia ser feito na corrida. "O GP de Mônaco foi agridoce para mim. Claramente, em relação ao pontos que obtive, não foi bom o suficiente, sobretudo porque estávamos em forma para disputar a vitória", declarou.

O espanhol comentou também sobre a ultrapassagem de Michael Schumacher, da Mercedes, na última volta, afirmando que ficou tranquilo quando foi ultrapassado.

"E, no fim, veio o incidente com Michael (Schumacher): o pitwall me disse que, como a corrida ainda estava sob safety-car na última volta, ultrapassar não era permitido, então eu fiquei calmo. o que depois foi confirmado pelos comissários, que colocaram as coisas no lugar", encerrou.

Fonte: Terra