Alonso é intimado a depor sobre caso da Renault

No sábado, o também inglês "Times" havia divulgado que a FIA (Federação Internacional de Automobilismo)

O piloto espanhol Fernando Alonso foi convocado para depor nesta segunda-feira na reunião do Conselho Mundial, em Paris, quando será julgado o caso sobre o acidente forjado pela Renault em 2008, no GP de Cingapura. A informação é do jornal inglês "Guardian".

No sábado, o também inglês "Times" havia divulgado que a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) acreditava que Alonso não se envolveu na armação da equipe. O espanhol também foi questionado pela entidade sobre seu envolvimento no caso durante o GP da Itália, realizado no último domingo.

O acidente em questão aconteceu no GP de Cingapura, em 2008. Nelsinho bateu em um local onde não havia possibilidade de se retirar o carro sem a entrada do safety car, o que proporcionou a vitória ao espanhol Fernando Alonso.

Após ser demitido neste ano, Nelsinho foi à FIA e afirmou que o acidente foi arquitetado pelo chefe da equipe francesa, Flavio Briatore, e pelo engenheiro chefe da equipe, Pat Symonds, como estratégia para dar a vitória a Alonso. Na quarta-feira, Briatore e Symonds foram afastados da Renault.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br