Adriano teve o seu salário descontado em maio

Adriano teve o seu salário descontado em maio

Por conta de ausências no fim do mês, atacante e Flamengo chegam a um acordo

Durante a coletiva de apresentação de Zico como diretor-executivo, a presidente Patrícia Amorim usou um exemplo de conduta silenciosa para explicar como gosta de trabalhar. O caso citado pela dirigente foi justamente o desconto praticamente integral nos salários de maio de Adriano. Por conta das muitas ausências durante o mês e o abandono do Flamengo antes do término de seu contrato, houve um acordo entre o clube o atacante sobre esta situação.

O vínculo oficial do Imperador durava até o dia 30 de maio. Mas a partir do jogo contra o Universidad de Chile, em Santiago, no último dia 20, Adriano praticamente não treinou mais e desfalcou o time nos jogos contra o Grêmio Prudente, Fluminense e Grêmio. Além disso, houve outras ausências do atacante durante o mês. Como o Flamengo gostaria que ele disputasse esses jogos e isso não aconteceu, a diretoria não pagou os direitos de imagem, que representam boa parte dos vencimentos do atacante.

- Nós gostamos de fazer as coisas em silêncio e queríamos que o Adriano jogasse. Como isso não aconteceu, descontamos o salário dele do mês ? disse rapidamente Patrícia, durante a coletiva de Zico.

O vice de finanças, Michel Levy, resumiu o que aconteceu, explicando que houve entendimento com o jogador e o seu empresário, Gilmar Rinaldi.

- Conversamos com o Adriano sobre isso e chegamos a um acordo. Como houve algumas ausências, descontamos praticamente todo o direito de imagem que o Flamengo o paga ? explicou Michel Levy, vice de finanças.

Segundo ele, o salário de Adriano na carteira de trabalho foi pago. Sobre os vencimentos que são pagos pela Olympikus, o atacante recebeu normalmente.

Fonte: Globo.com