Anderson diz que não entregaria luta e confirma uma revanche contra Chris

Anderson diz que não entregaria luta e confirma uma revanche contra Chris

Em entrevista ao site da revista GQ nesta sexta-feira, Anderson Silva declarou que fará revanche contra seu algoz do UFC 162, Chris Weidman.

Em entrevista ao site da revista GQ nesta sexta-feira, Anderson Silva declarou que fará revanche contra seu algoz do UFC 162, Chris Weidman, no dia 28 de dezembro, no UFC 168. Além da declaração, que surpreendeu até o chefão Dana White, o ex-campeão dos pesos médios disse que se pudesse voltar ao 2º round de sua derrota "se focaria mais", que jamais entregaria uma luta na carreira e afirmou também ter ficado com a repercussão da luta na imprensa e do público em geral.

"Acho que eu me focaria mais. Faria um caminho inverso, mas não mudaria a tática. Tenho confiança de que fiz o meu jogo só que acabou não dando certo. Jogo é jogo, se pode ganhar ou perder", disse Anderson, que falou ainda que continua com uma sensação ruim por ter sido nocauteado pela 1ª vez na carreira.

Bastante criticado por público e imprensa pela forma como sofreu sua derrota para o americano Weidman, devido a seu estilo provocador, Spider não gostou da repercussão da luta. "De verdade, eu fiquei chateado. Sempre fui aberto à imprensa, não sou celebridade, sou atleta. Eles poderiam entender melhor o que aconteceu e passar a noticia certa para o publico. Saber que atleta um dia vence e no outro perde. Meu filho me ligar chorando porque os amigos chamam o pai dele de "brincalhão" ? porque os pais leram isso - não é bacana. Mas é como eu disse para ele, um dia rei, no outro bastardo".

Sobre as especulações de que a luta teria sido manipulada, Anderson Silva classificou como loucura. "Fiquei quatro meses focado em treino. Tinha gente do time chorando e tudo mais. Eu sou responsável. Jamais entregaria uma luta. Jamais".

Inicialmente, Anderson Silva não se mostrou favorável a uma revanche imediata contra Chris Weidman, mas já mudou de ideia. Caso a luta realmente seja marcada para o dia 28 de dezembro, o combate entre Ronda Rousey e Miesha Tate, previsto para esta data, poderia ser remanejado para fevereiro de 2014, no fim de semana do Super Bowl. Ou, em outra hipótese, as duas lutas seriam realizadas no mesmo dia, tornando o UFC 168 um superevento com duas disputas de cinturão.

Segundo o site MMA Fighting, o reencontro entre Anderson Silva e Chris Weidman deve ocorrer em um desses locais: Cowboys Stadium, Nova Jersey, Las Vegas ou Brasil. 

Fonte: UOL