Anderson Silva chora na televisão e diz que deve desculpas aos brasileiros por erro ridículo em luta

Anderson Silva chora na televisão e diz que deve desculpas aos brasileiros por erro ridículo em luta

Anderson foi o convidado do programa Legendários, da TV Record.

O ex-campeão dos médios do UFC Anderson Silva afirmou que o erro cometido na derrota para o norte-americano Chris Weidman, que custou o cinturão dos médios da organização, foi "ridículo".

O lutador brasileiro explicou que errou no jogo de pernas no momento em que tomou o golpe, com a guarda aberta, que custou os socos que renderam o nocaute de Weidman no combate. Anderson foi o convidado do programa Legendários, da TV Record. Depois, ainda chorou ao ser questionado se entregou a luta.

"Às vezes acaba não saindo como a gente quer. Foi um erro técnico que se não acontecesse agora, poderia sair outra de forma pior. Foi um erro técnico ridículo. Eu não poderia parar com as pernas paralelas e deveria ter dado passo atrás", falou.

"Se tem uma coisa que mexe comigo e me entristece é falar isso (que perdeu de propósito). Jamais faria isso com o povo brasileiro", falou, depois de escorrer uma lágrima e abraçar o apresentador Marcos Mion.

O lutador ainda pediu desculpas ao povo brasileiro pelo revés no combate. "Devo desculpa a todo brasileiro sim, quando subo lá não represento só meu time, mas todo o povo brasileiro. A pessoas que eu consegui dar um pouco mais de esperança."

Anderson ainda disse que sentiu que Weidman estava frustrado no fim do primeiro round, quando estava vencendo a luta, mas ainda assim caiu nas provocações do então campeão.

"Ele estava ganhando a luta porque me colocou pra baixo, mas estava começando a mudar. Eu acho que ele estava frustrado. Deu pra perceber que ele estava bem treinado e aproveitou."

Apesar da revanche marcada com Weidman para o dia 28 de dezembro, em Las Vegas, Anderson voltou a dizer que quer uma luta contra o boxeador Roy Jones Jr., sem especificar se no boxe ou no MMA.

"O cara (Roy Jones Jr.) é fantástico. Sou muito fã dele e do Mohamed Ali, tento copiar um pouco. Gostaria muito de poder fazer essa luta. É um sonho que tenho de lutar com ele, um desejo pessoal. Que não demore muito."

Fonte: UOL