Andrés diz que não entregou cargo e quer participar de sorteio

Andrés diz que não entregou cargo e quer participar de sorteio

Diretor afirma que terá reunião nos próximos dias com Marin para "acertar os ponteiros". Evento sábado define tabela da Copa das Confederações

Um dia após dizer que a tendência era sair da CBF, Andrés Sanches afirmou nesta terça-feira que ainda não entregou o cargo de diretor de Seleções ao presidente José Maria Marin e que pretende representar a entidade na coletiva sobre a Copa das Confederações, sexta, em São Paulo, com a participação de técnicos e membros dos países já classificadas para o torneio de 2013.

Em entrevista à TV Bandeirantes, o ex-presidente do Corinthians afirmou que está "machucado" por causa da demissão de Mano Menezes sem o seu aval, mas que tem que ter a "cabeça no lugar" já que a Seleção é "maior que treinador ou diretor":

- Eu não sairia da CBF publicamente ou com uma coletiva. Terei uma reunião nos próximos dias com o presidente Marin para acertar os ponteiros - disse Andrés.

Com a saída de Mano, o Brasil ficaria sem representante no evento da Copa das Confederações. Mas Andrés está disposto a ocupar a vaga da CBF. O sorteio dos grupos do torneio será no sábado, também em São Paulo.

- Não devia mudar o treinador, tem o sorteio aí e só estão credenciados o treinador e o diretor de Seleções, e já não temos mais o técnico. Vou fazer de tudo para ir.

Fonte: Globo Esporte