Após acidente, Schumacher é punido e perde 10 posições

Após acidente, Schumacher é punido e perde 10 posições

O piloto alemão se mostrou solidário a Vergne, da Toro Rosso, e lamentou o abandono do francês.

Apesar de ter explicado que o acidente com o francês Jean-Éric Vergne pode ter sido causado por um problema mecânico, o alemão Michael Schumacher parece não ter convencido os comissários do GP de Cingapura. Após o término da corrida, o heptacampeão foi punido com a a perda de dez posições no grid de largada da próxima prova da temporada, o Grande Premio do Japão.

"Eu não estou totalmente seguro do que aconteceu. Eu acionei o freio, mas a desaceleração não foi tão forte como normalmente seria e não consegui evitar a batida", explicou o veterano da maior categoria do automobilismo.

O piloto alemão se mostrou solidário a Vergne, da Toro Rosso, e lamentou o abandono do francês. Schumacher ainda reforçou que a Mercedes deve investigar as causas do acidente. "Obviamente, eu sinto muito por Jean-Éric por ele ter que abandonar e também pelo pessoal da minha equipe, mas temos que descobrir o que aconteceu", declarou.

Entretanto, as explicações de Schumacher não foram levadas em consideração pelos comissários da prova, que decidiram por uma punição ao alemão. O piloto da Mercedes começa em desvantagem na etapa de Suzuka, no Japão, com a perda de dez posições no grid.

Fonte: Terra