Após batida, piloto da Stock segue em estado grave em hospital

Após batida, piloto da Stock segue em estado grave em hospital

Paulo Kunze, de 67 anos, bateu em um adversário na saída da Curva do Sol

O piloto Paulo Kunze, de 67 anos, segue internado em estado grave, mas estável, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Alvorada, em Moema, São Paulo. Ele sofreu um grave acidente na tarde de domingo no circuito de Interlagos, em São Paulo, quando disputava a terceira etapa da categoria Light da regional Stock Paulista, ao bater em um adversário na saída da Curva do Sol e ir parar depois do guard rail. Atendido ainda na pista, Kunze foi levado para o hospital. Os médicos informaram que ele sofreu um traumatismo craniano e foi internado na UTI e se submeteu a uma cirurgia na cabeça.

A Stock Paulista utiliza os chassis tubulares que foram usados pela Stock Car até 2008 e que atualmente também estão na Copa Montana. Na categoria Light, por outro lado, o monobloco do Omega, modelo que era fabricado pela Chevrolet no Brasil, datados de 1993 a 1998, vão à pista. Quase toda a carenagem é feita em fibra de vidro. Estes modelos foram usados na categoria nacional antes da mudança para os tubulares.

O acidente com Paulo Kunze ocorre duas semanas após a morte de Gustavo Sondermann, que bateu na Curva do Café, também em Interlagos. O piloto paulista disputava a categoria de acesso à Stock Car. Ao se chocar contra o muro e voltar para pista, sofreu traumatismo craniano grave, hemorragia cerebral difusa e fratura da primeira vértebra cervical. Após este episódio, pilotos da Stock pediram mais segurança na pista.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com