Após derrota por 2 a 1, técnico do Vasco dispara: ""milagre só o cara lá de cima faz""

O Vasco não depende mais apenas de seus esforços para se livrar do rebaixamento

Com a derrota por 2 a 1 em casa para o S?o Paulo, o Vasco n?o depende mais apenas de seus esfor?os para se livrar do rebaixamento. Os jogadores acreditam na salva??o e o t?cnico Renato Ga?cho tamb?m. Mas o treinador desabafou, admitindo que a fragilidade do grupo tem feito a diferen?a na reta final do Brasileiro.

"N?o podemos tapar o sol com a peneira. Cheguei para tentar salvar o Vasco e continuo acreditando que ? poss?vel. Mas milagre s? o cara l? de cima faz. Corremos e lutamos mais, por?m a qualidade t?cnica do S?o Paulo ? superior ? nossa e fez a diferen?a no fim. Quando a bola cai no p? ? preciso saber o que fazer com ela", disse.

Com rela??o ao jogo, Renato questionou a marca??o da falta que originou o gol de Jorge Wagner e lamentou a falta de aten??o no lance do gol de Hugo.

"Voc? dar? as costas para seu filho de tr?s anos no shopping? N?o. Dentro de campo ? preciso ter a mesma aten??o com a bola. O futebol n?o perdoa. Um segundo de desaten??o pode ser mortal", reclamou.

Embora alguns jogadores tenham deixado a desejar, como o atacante Leandro Amaral, vaiado pela torcida, Renato Ga?cho preferiu n?o criticar o grupo abertamente e reafirmou que n?o jogar? a toalha.

"N?o adianta esperar pelo trope?o de nossos advers?rios se n?o fizermos a nossa parte. Temos de pensar grande e buscar a vit?ria contra o Coritiba. Precisamos vencer l? para decidir na ?ltima rodada em S?o Janu?rio, com apoio de nossa torcida", reiterou.

O treinador deu a receita para salvar o Vasco. "Mas j? vi de tudo no futebol e ainda acredito. S? que, agora, tem que ser na base do cora??o. N?o podemos nem pensar em empate", advertiu Renato, j? que uma igualdade contra o Coritiba, no Couto Pereira, pode rebaixar o Vasco antes da ?ltima rodada.

Mesmo criticando o ?rbitro Leonardo Gaciba por n?o dar um suposto p?nalti em Wagner Diniz, Renato reconheceu que o Vasco ficou devendo no aspecto emocional.

"Enfrentar o S?o Paulo aqui ou l? ? sempre dif?cil. Eles tem um grupo que est? junto h? muito tempo. J? para a minha equipe cada jogo ? um tormento psicol?gico porque, pela situa??o, temos sempre que fazer o resultado", comparou Renato, admitindo, como das ?ltimas vezes, passar parte da madrugada desta segunda acordado.

O servi?o do Campeonato Brasileiro de Futebol 2008 do Terra est? dispon?vel para todos os celulares, com resultados de jogos, narra??o ao vivo minuto a minuto de todas as partidas, tabelas, classifica??o e ?ltimas not?cias. O endere?o ? m.terra.com.br/futebol.

Fonte: Terra, www.terra.com.br