Após desejo de amputar as pernas, Batistuta volta a jogar

Atacante argentino está com 47 anos de idade

O ex-atacante Gabriel Batistuta viveu um drama há alguns anos. Por conta das muitas dores que sentia no tornozelo depois da sua aposentadoria, o argentino chegou a pedir que amputassem suas pernas, já que só assim ele poderia viver sem dor.

“Deixei o futebol e, de um dia para o outro, não podia mais caminha. Eu urinava na cama, mesmo com o banheiro a três metros, porque não queria me levantar. Eram 4h da manhã e pensei que ia doer meu tornozelo se ficasse em pé. Fui até o médico e pedi para ele cortar as minhas pernas. Ele me olhou e me perguntou se estava louco", disse "Batigol" em entrevista concedida em 2014.

Batistuta (Crédito: Reprodução)
Batistuta (Crédito: Reprodução)

Agora, três anos depois da cirurgia que, finalmente, acabou com o seu sofrimento, Batistuta fez sua primeira aparição em público dentro das quatro linhas. No amistoso entre Resto do Mundo e Itália, ele fez três gols e ajudou sua equipe a vencer por 12 a 6, se emocionandoi bastante ao término do duelo.

Batistuta atualmente tem 47 anos de idade e se aposentou em 2005, jogando no Al-Arabi, do Catar. Ele marcou mais de 300 gols na carreira, divididos entre Newell's Old Boys, River Plate, Boca Juniors, Fiorentina, Roma, Inter de Milão e seleção argentina.


Fonte: iG