Após gritar "vai, Timão" em um jogo do Palmeiras, técnico diz sofrer ameaças

Para o 5° e decisivo jogo do playoff de quartas de final na capital paulista a equipe sorocabana não contará com presença do ténico Rinaldo Rodrigues

Paulistano e Liga Sorocabana se enfrentam nesta terça-feira, às 20h, em São Paulo, em busca de uma das vagas na semifinal do Campeonato Paulista de Basquete. Mas para o quinto e decisivo jogo do playoff de quartas de final na capital paulista a equipe sorocabana não contará com a presença do ténico Rinaldo Rodrigues, que afirmou que não viajará com o time por conta das constantes ameaças que estaria sofrendo de torcedores de "uma torcida organizada de uma importante agremiação de futebol e basquete da capital", sem revelar o nome da entidade.

Mas o clube é conhecido: o problema de Rinaldo é com os palmeirenses. Um grito de "vai, timão", proferido pelo treinador no ginásio Palestra Itália durante uma partida entre o Alviverde e Liga Sorocabana pelo NBB 2012/2013, quase causou um grande tumulto.

O fato desencadeou a ira dos torcedores palmeirenses que estavam no ginásio. Seguranças precisaram agir para acalmar os ânimos dos torcedores alviverdes. Depois disso, o treinador diz que sofre constantes ameaças dos torcedores da equipe da capital.

? Não tenho condições psicológicas de participar deste momento importante e histórico da Liga Sorocabana. Venho recebendo constantes ameaças de uma torcida organizada de uma importante agremiação de futebol e basquete da capital, dizendo que irá fazer emboscada ao nosso ônibus e coisas do gênero para me atingir. Eu já fiz diversas declarações me desculpando pelo erro que cometi, mas infelizmente eles não aceitam e não param com as ameaças ? explica Rinaldo.

O treinador da equipe sorocabana registrou um boletim de ocorrência por ameaça nesta segunda-feira em uma delegacia de Sorocaba. Rinaldo admite o erro, mas quer a paz com os torcedores palmeirenses.

? Preciso me proteger. Eu quero paz para seguir realizando meu trabalho em Sorocaba, já pedi desculpas pelo meu erro. Trabalho com esporte e nada mais, quero sossego para a minha família e para os meus jogadores ? disse Rinaldo.


Após gritar

Fonte: GloboEsporte