Após homenagens, Corinthians e Inter ficam no zero

Os reis do empate no Campeonato Brasileiro se encontraram na noite deste sábado

Os reis do empate no Campeonato Brasileiro se encontraram na noite deste sábado no Pacaembu e não surpreenderam. Corinthians e Internacional ficaram no 0 a 0 e repetiram os resultados que mais fizeram em 2013 no torneio. Foram 16 igualdades para os alvinegros e 13 para os colorados antes da partida da noite, que concretizaram juntos o 30º empate em São Paulo. Quando o assunto é um placar sem gols, para o time paulista foi a décima vez na competição.

O jogo foi marcado por uma série de homenagens. O técnico Tite não vai ter seu contrato renovado ao fim da temporada e fez seu último jogo no Pacaembu como comandante do clube alvinegro. A noite também foi especial para o lateral direito Alessandro, que anunciou que vai se aposentar e se despediu da torcida paulista.

Ambos ainda têm mais uma partida a fazer pelo Corinthians, o duelo contra o Náutico, pela última rodada do Brasileiro, no Recife. Outra homenagem realizada no Pacaembu foi para Fábio Luiz Pereira e Ronaldo Oliveira dos Santos, operários da Arena Corinthians que morreram em acidente nas obras do estádio na última quarta-feira.

O resultado deixa o Corinthians com 50 pontos na décima colocação do Brasileiro. O Inter, com 47, está na 12ª posição. O time gaúcho encerra o Brasileiro em casa contra a já rebaixada Ponte Preta.

Se as homenagens trouxeram emoção ao Pacaembu, o mesmo não pode ser dito sobre o primeiro tempo. Assim como em outros jogos pelo Brasileiro, Corinthians e Inter criaram poucas chances de gol e fizeram uma etapa morna. A melhor chance saiu aos 41min, quando Leandro Damião cabeceou e Walter fez ótima defesa.

Depois do intervalo, o jogo passou a ficar mais movimentado e brigado. Aos 8min, Emerson avançou em direção à área do Inter e foi derrubado por Willians. O volante não se conformou com a marcação da arbitragem e reclamou até que recebesse dois cartões amarelos - sobrou advertência até mesmo para Leandro Damião.

O Corinthians se animou com a superioridade numérica. Pouco depois, Emerson provocou D"Alessandro com dribles e recebeu falta. Aos 23min, Edenilson chutou cruzado e a bola bateu na trave depois de intervenção de Muriel. Romarinho apareceu na sobra e cabeceou sobre o travessão. Os minutos finais viram o time paulista buscar o gol enquanto a torcida cantava os nomes de Tite e Alessandro.

Fonte: Terra, www.terra.com.br