Após Parreira abrir portas da seleção, Adriano se anima: ‘Alimenta vontade’

— Estou focado e com muita vontade de jogar, disse o jogador

Há um ano e dois meses que Adriano não participa de um jogo e há cerca de dois meses que decidiu empenhar-se em retomar o peso e a ambição profissional. Nos últimos dias, vem postando imagens nas redes sociais para exibir a evolução física e, paralelamente, o desejo de voltar aos campos. A ponto de o coordenador técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, em entrevista ao Jogo Extra, afirmar que as portas da seleção estão abertas para o atacante.


Após Parreira abrir portas da seleção, Adriano se anima mais: ?Alimenta mais a minha vontade?

? Estou focado e com muita vontade de jogar. As declarações do Parreira alimentam ainda mais a minha vontade. Peço obrigado ao Parreira e a todos aqueles que acreditam e torcem por mim ? disse Adriano.

Aos 31 anos, após dar pinta de que abandonaria a carreira, o jogador contratou o preparador físico Marcos Lima, o Marquinhos, e o médico Marcio Tanure para acompanhá-lo nessa retomada. A silhueta de obeso, de acordo com as imagens, está desfeita. A meta de Adriano é estar de volta à ativa no próximo mês. O futebol chinês já fez contatos, mas não está nos planos do atacante ir para o futebol asiático. Recentemente, o vice de futebol do Flamengo, Wallim Vasconcellos, deixou as portas da Gávea abertas para ele.

No último convívio com o ambiente profissional, Adriano desperdiçou a oportunidade no Flamengo. Em 2012, após romper contrato com o Corinthians, desembarcou no Rubro-negro. Lá, com contrato de risco, não conseguiu vencer a briga com a balança e a dor no tendão operado até ir embora. Agora, quer recuperar o tempo perdido.

Fonte: Extra