Após polêmica, F1 muda regras de testes

Recentemente, a Ferrari testou seu novo sistema de difusor em uma sessão de filmagens

As equipes de Fórmula 1 aprovaram uma emenda no regulamento da categoria para evitar que qualquer time possa ser beneficiado usando de filmagens para testar novas partes do carro.

Recentemente, a Ferrari testou seu novo sistema de difusor em uma sessão de filmagens, sob alegação de promoção de eventos. A Mercedes também se aproveitou da brecha no regulamento para testar o novo motor.

A atitude dessas equipes incomodou os rivais e todos passaram a buscar falhas no regulamento. De acordo com a revista inglesa Autosport, eventos promocionais desse tipo poderão continuar a serem feitas, mas o carro só poderá ter peças que já foram utilizadas antes.

O chefe da McLaren e presidente da Fota (Associação de Equipes da Fórmula 1), Martin Whitmarsh, confirmou que as mudanças tiveram importância e ficou satisfeito que agora todos concordaram sobre o que será permitido.

"Pessoalmente, não sinto que houve alguma ambiguidade, mas outros argumentaram que existia. Isso é a pressão, e quando as pessoas estão sob pressão eles tentam tomar alguma visão diferente. Agora está claro, se fizer uma corrida demonstrativa, então terá que usar componentes que já se usou antes", afirmou.

No atual regulamento da Fórmula 1, nenhum teste pode ser realizado fora dos finais de semana das corridas e dos treinos de pré-temporada.

Fonte: Terra