Após quebrar perna de rival, Souza é suspenso até recuperação de Héber

Após quebrar perna de rival, Souza é suspenso até recuperação de Héber

No jogo realizado no último dia 25 de março, Souza entrou de carrinho no jogador da equipe de Florianópolis.

O Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina decidiu punir o zagueiro Souza, da Chapecoense, com o afastamento dos gramados até que o jogador Héber, do Figueirense, esteja recuperado de uma lesão causada por uma entrada violenta.

No jogo realizado no último dia 25 de março, Souza entrou de carrinho no jogador da equipe de Florianópolis. Héber precisou ser levado a um hospital onde foram constatadas duas fratura na perna. Com a lesão, o atacante só deverá voltar a jogar em seis meses.

No julgamento realizado na noite desta terça-feira, três auditores decidiram afastar o zagueiro pelo mesmo tempo em que Héber estiver se recuperando.

O jogador da Chapecoense, que chegou a ser afastado preventivamente após o jogo contra o Figueirense, chegou a prestar um depoimento emocionado e pediu desculpas pelo lance ríspido. Mesmo assim, o TJD optou pela decisão inédita no futebol de Santa Catarina. Com isso, Souza, mesmo sendo primário, só poderá entrar em campo depois que Héber jogar uma partida.

O time do oeste do Estado deve entrar com um recurso já nesta quarta-feira para tentar reverter a decisão em um segundo julgamento. A jogada causou muita revolta da comissão técnica do Figueirense contra o árbitro José Acácio da Rocha, que sequer marcou falta.

Fonte: Terra