Após queda na Copa do Nordeste, Sport demite Paulo Roberto Falcão

Falcão vinha sendo criticado por parte da torcida do Leão

Paulo Roberto Falcão não é mais o técnico do Sport. O Rubro-Negro pernambucano confirmou, na tarde desta segunda-feira (18), através do seu site oficial, a demissão do treinador, que esteve à frente do time em 34 oportunidades desde setembro do ano passado. Tal fato acontece um dia após o Leão ter sido eliminado, nos pênaltis, pelo Campinense na semifinal da Copa do Nordeste.

Falcão vinha sendo criticado por parte da torcida do Sport por conta do rendimento aquém do esperado do time nesta temporada. O Leão liderou o seu grupo na fase classificatória da Copa do Nordeste, mas avançou na terceira colocação às semifinais do Pernambucano, com direito a derrotas para América-PE e Salgueiro em plena Ilha do Retiro.

Contratado no dia 20 de setembro do ano passado para substituir Eduardo Baptista, Falcão teve bom início à frente do Sport, que terminou o Brasileirão com 59 pontos e na sexta colocação. Foram 13 jogos em 2015, com sete vitórias, dois empates e quatro derrotas pela competição nacional e a Copa Sul-Americana.

Já nesta temporada, entre Estadual, Copa do Nordeste e o jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil contra o Aparecidense, Falcão comandou o Rubro-Negro em 21 oportunidades, com dez vitórias, quatro empates e sete derrotas, o que garantiu um aproveitamento de 53% dos pontos.

O Sport voltará a atuar na próxima quinta, quando iniciará o duelo contra o Salgueiro por uma vaga na final do Pernambucano. O jogo será na Ilha do Retiro, às 16h. Quem comandará o time na condição de interino será o assistente técnico Thiago Gomes.


Paulo Roberto Falcão (Crédito: Reprodução)
Paulo Roberto Falcão (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Uol