Após breve reunião, flamenguistas projetam 5 reforços para sequência

Logicamente que os nomes serão mantidos em sigilo a fim de não atrapalhar as negociações.

A reunião entre Wallim Vasconcellos, Paulo Pelaipe, Jorginho e o auxiliar Aílton serviu para definir o elenco do Flamengo para a sequência da temporada. Os membros da comissão técnica tomaram conhecimento do orçamento do setor para o Campeonato Brasileiro e as fases mais decisivas da Copa do Brasil, e ficou definido que o clube procurará cinco reforços. Assim, o Rubro-Negro buscará no mercado um lateral-direito, um zagueiro, um volante e dois atacantes. A reunião varou a madrugada desta quarta-feira, em um claro sinal de que muitas coisas foram decididas.

Logicamente que os nomes serão mantidos em sigilo a fim de não atrapalhar as negociações. O zagueiro e um dos atacantes serão reforços de primeira linha e possivelmente só serão contratados em junho, com a abertura da janela de transferências internacionais. O lateral-direito, que vem para ser o reserva de Leonardo Moura, e o outro atacante servirão para compor o elenco, enquanto que o volante vai ser definido pelas ofertas do mercado.

?Nós vamos nos reforçar para o Brasileiro com o objetivo de montar uma equipe competitiva e capaz de disputar o que está por vir. As contratações serão feitas atendendo aquilo que Jorginho considera importante neste momento, já que as decisões passam pelo campo de observação que ele fez ao longo deste período à frente do plantel?, revelou Wallim Vasconcellos.

Na reunião, Jorginho e Aílton ficaram ainda mais cientes de que a verba para a contratação de reforços é pouca e que, para melhorar a situação, é fundamental se desfazer de peças que estão no grupo e que não fazem parte dos planos para a sequência do trabalho. Neste cenário se encontram, por exemplo, o zagueiro Alex Silva, que vem treinando em separado para melhorar a parte física, conforme desejo do próprio atleta, e o meia Ibson, que sequer vinha sendo relacionado para as partidas e está procurando um novo clube. O apoiador, inclusive, está insatisfeito com os atrasos salariais e segue nos planos do Internacional, único clube com quem tem mantido contatos.

Outro que pode sair é o meia Cleber Santana. O jogador não chega a desagradar Jorginho, mas também está longe de ser visto com potencial para se tornar titular absoluto. O apoiador está nos planos de Avaí, onde viveu um grande momento, e Joinville. O primeiro, inclusive, já enviou um representante para o Rio de Janeiro no sentido de negociar com o Flamengo.

Dentro de campo, Jorginho comandou uma atividade técnica, dividindo os jogadores em grupos. Os meias trabalharam criação de jogadas e saída rápida para o contra-ataque. Já os zagueiros tinham a missão de conter essas saídas e também fazer lançamentos para os atacantes e laterais em situações que a defesa rival poderia ser surpreendida. Nesta quinta-feira os jogadores voltam a treinar no Ninho do Urubu, em atividade programada para a parte da manhã. Na sexta e no sábado os treinos também serão pela manhã.

O Flamengo ainda não sabe quando vai voltar a jogar, pois na sexta-feira a CBF deverá divulgar a tabela da segunda fase da Copa do Brasil. O Rubro-Negro vai medir forças com o Campinense-PB, campeão da Copa do Nordeste, e, ao que tudo indica, o duelo de ida será na próxima quarta-feira, em Campina Grande.

Já a estreia no Brasileirão está prevista para dia 26 de maio, contra o Santos, em Brasília. Provavelmente nesta partida alguma cara nova poderá estar em campo caso a diretoria consiga agir rapidamente na contratação de reforços. Os nomes de peso, porém, só chegarão mesmo com a abertura da janela de transferências internacionais.

Fonte: R7, www.r7.com