Após Vitória, Alonso pede "pés no chão"

Para o piloto, existem quatro equipes que podem lutar pela vitória no GP da Austrália

Campeão nas temporadas de 2005 e 2006 da Fórmula 1, o espanhol Fernando Alonso estreou na Ferrari com vitória no Grande Prêmio do Bahrein. Mas na véspera da etapa australiana do campeonato, o companheiro do brasileiro Felipe Massa pede calma e destaca a concorrência acirrada entre os favoritos.

Temos que continuar com os pés no chão. Na Austrália, começamos do zero. A dobradinha do Sakhir nos deu uma boa injeção de confiança e foi uma bela recompensa por todo o trabalho realizado. Mas nada mudou e existem quatro equipes e oito pilotos que podem dizer que lutam pela vitória.

Além dos ferraristas Felipe Massa e Fernando Alonso, o alemão Sebastian Vettel e o australiano Mark Webber (Red Bull), os alemães Michael Schumacher e Nico Rosberg (Mercedes), e os britânicos Lewis Hamilton e Jenson Button (McLaren) são cotados para disputar o título.

Fã do circuito de Albert Park, onde venceu a prova de 2006, Alonso se prepara para a corrida deste domingo (28) e analisa o circuito.

- É um traçado muito técnico, com curvas bastante interessantes. As ultrapassagens nunca foram fáceis e por isso o resultado do treino classificatório é bem importante. Será necessário dar o máximo para tentar ficar à frente de todos.

Diante da falta de emoção do Grande Prêmio do Bahrein, decidido por um problema técnico de Sebastian Vettel, que liderava a prova, alguns chefes de equipe chegaram a propor mudanças no regulamento, como a obrigatoriedade de uma segunda parada. Para Alonso, no entanto, ainda não é hora de pensar em alterações.

- No calor do momento, muitos fizemos julgamentos precipitados. É verdade que a corrida do Sakhir não foi extremamente espetacular, mas é muito cedo para tirar conclusões e para pensar em mudanças no regulamento. A coisa que mais pode desorientar os torcedores é a continua alteração de regras.

Fonte: r7