Após vitória sobre Sonnen, UFC busca concorrente para Anderson Silva

Com a vitória de sábado, Anderson aumentou a sua série invicta dentro do UFC para 15 vitórias.

À procura de novos desafios para o brasileiro Anderson Silva, após a vitória sobre Chael Sonnen, dirigentes do UFC chegaram a pensar em colocar frente a frente ele e o campeão meio-pesado, o americano Jon Jones, mesmo que fosse em um peso intermediário.


Após vitória sobre Sonnen, UFC busca concorrente para Anderson Silva

Os dois são considerados os melhores da modalidade hoje, mas descartaram a hipótese. "A luta foi muito bonita. Não quero enfrentá-lo", disse Jones. A resposta de Anderson foi monossilábica ao ser questionado sobre se gostaria de encará-lo: "Não".

o cardápio de futuros desafiantes para o brasileiro mencionados no UFC inclui o recém-contratado Hector Lombardi, tirado do concorrente Bellator e invicto há 24 combates. Atualmente, Lombardi era um dos melhores lutadores sem contrato com o UFC.

Outros dois oponentes em potencial citados por dirigentes são também duas vítimas recentes de Sonnen: Brian Stann e Michael Bisping. Argumenta-se, em defesa da dupla, que o primeiro já voltou com uma vitória e que o segundo é muito bom lutador.

Na entrevista coletiva realizada após o duelo, o presidente do UFC, Dana White, reafirmou que Anderson é o melhor do mundo e que não vê ocorrer com ele o mesmo que já testemunhou diversas vezes: a perda de qualidade à medida que a idade avança. "Ele é uma anomalia."

Um outro cartola do UFC explicou o fenômeno ao apontar que Anderson, 37, raramente sofre algum castigo. Lembra que, mesmo após o duro primeiro confronto com Sonnen, Anderson já estava bem momentos após a luta.

Da parte de Anderson, ele diz estar propenso a lutar "enquanto tiver capacidade mental e física para isso". Acrescentou que não enfrenta dificuldade para se motivar, já que faz o que ama.

Com a vitória de sábado, Anderson aumentou a sua série invicta dentro do UFC para 15 vitórias e aumentou para dez suas defesas de título. No vestiário, o brasileiro chorou por dez minutos e ligou para a mulher e a filha.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br