Apresentação de Cristiano Ronaldo no Real Madrid bate recorde de Kaká

A torcida, que começou a entrar no Bernabéu por volta das 19h locais

Se na semana passada o mundo ficou impressionado com os mais de 40 mil torcedores na apresentação de Kaká no Real Madrid, nesta segunda-feira, mais um recorde foi batido pelo clube merengue. Cerca de 85 mil pessoas lotaram o estádio Santiago Bernabéu para ver pela primeira vez Cristiano Ronaldo vestindo a camisa do clube merengue.

Contratado por ? 94 milhões (aproximadamente R$ 256 milhões), o "gajo" assinou contrato de seis anos (especula-se que ganhará cerca de R$ 27 milhões por temporada) e recebeu o número 9, que já pertenceu ao ídolo Di Stéfano, ao xará Ronaldo e que estava vaga desde a venda do argentino Saviola para o Benfica..

A torcida, que começou a entrar no Bernabéu por volta das 19h locais (14h, de Brasília) quando os portões foram abertos, não cansou de aplaudir o ex-jogador do Manchester United e Sporting. O único setor não ocupado totalmente era o que ficava justamente atrás do palco de onde Cristiano saudou a todos.

Depois de ser apresentado pelo presente Floretino Pérez, Cristiano Ronaldo, que durante o discurso do presidente cochichou algo com Eusébio - ex-jogador da seleção portuguesa que também marcou presença no evento -, falou emocionado.

- Estou muito feliz por estar aqui. Conseguir cumprir meu sonho de criança que era jogar no Real Madrid e não esperava que o estádio estivesse cheio assim. Não consigo acreditar. Impressionante. Muito obrigado - agradeceu Cristiano Ronaldo que, em seguida, contou até três, pediu o coro da torcida e disse:

- Vamos Madrid!

Após o discurso, o craque - cuja camisa terá apenas "Ronaldo" nas costas acima do número 9 - desfilou pelo gramado (coberto por uma manta) do Bernabéu e, em um dado momento, beijou uma repórter que estava em um setor das aquibancadas.

Depois, Cristiano Ronaldo, ao lado de Di Stéfano e do compatriota Eusébio, recebeu cumprimentos de vários ex-jogadores do Real e de dirigentes. Um torcedor chegou a invadir o palco e, após receber um autógrafo, foi retirado por seguranças.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com