Após derrota em clássico Santos contesta arbitragem

Após derrota em clássico Santos contesta arbitragem

Robinho disse que o Palmeiras bateu o jogo todo e criticou expulsão do colega Neymar

A arbitragem de Antônio Rogério Batista do Prado no clássico vencido pelo Palmeiras, no domingo (14), na Vila Belmiro, foi bastante contestada pelos lados do Santos. Irritados com a atuação do juiz no clássico, os santistas criticaram, principalmente, a expulsão do atacante Neymar e o excesso de faltas, em jogadas ríspidas feitas pelos jogadores palmeirenses.

O primeiro a se manifestar foi Robinho. Para o "Rei das Pedaladas", o árbitro foi excessivamente rigoroso com o jovem avante do Peixe.

- O time deles bateu o tempo inteiro. E, infelizmente, ele expulsou o Neymar, na minha visão, injustamente.

Já o técnico Dorival Júnior preferiu não focar suas críticas somente ao lance da expulsão de Neymar. Para o treinador, a arbitragem foi prejudicial ao Alvinegro Praiano durante a maior parte do tempo e, no seu ponto de vista, influenciou diretamente no resultado final do clássico.

- Era um rapaz que vinha tendo boas atuações dentro do campeonato, porém, ele foi horrível disciplinarmente hoje (domingo). Por isso, se nós formos enumerar os erros que ele teve durante a partida, vamos tirar o brilho da vitória do Palmeiras, ainda que seja inaceitável o que vimos em campo.

O comandante santista também disse que as críticas feitas a sua equipe, após a vitória sobre o Corinthians, fizeram com que o juiz do clássico contra o Palmeiras entrasse em campo mais pressionado.

- O futebol não foi premiado. Tudo o que foi falado, essas questões que foram levantadas após aquele clássico, criou uma situação muito desfavorável para o árbitro, que não teve tranquilidade para apitar um clássico, que estava calmo. Toda a pressão que foi feita depois do jogo contra o Corinthians, em que eles se reportaram aos dez últimos minutos, fez com que hoje (domingo) eles conseguissem alcançar o resultado desejado.

Fonte: R7, www.r7.com