Árbitro cita xingamentos fortes de Sheik na súmula: "Ladrão, safado"

Árbitro cita xingamentos fortes de Sheik na súmula: "Ladrão, safado"

Péricles Bassols também comenta expulsão de Tite da área técnica

A revolta de Emerson, do Corinthians, não passou em branco. Os xingamentos do jogador foram registrados na súmula do duelo entre Corinthians e Atlético-MG, disputado no último domingo, no Pacaembu. O árbitro Péricles Bassols descreveu as ofensas e o comportamento do jogador ao deixar o campo e chutar uma bola para dentro das quatro linhas. Sheik foi expulso aos 31 minutos da vitória por 1 a 0. Após receber cartão amarelo por reclamação no primeiro tempo, ele tentou dominar a bola com o braço direito, em lance no campo de ataque alvinegro, e o árbitro deu o vermelho. Revoltado, o jogador deixou o gramado xingando o juiz (assista ao vídeo).

Na súmula, Bassols descreve a situação com as seguintes palavras: "Expulsei por receber a 2ª advertência, aos 31 minutos do segundo tempo, o Sr Márcio de Albuquerque, nº 11 do Corinthians, por colocar a mão na bola de forma intencional na disputa da jogada. Antes de deixar o campo do jogo, por 2 vezes, uma pelas minhas costas e outra de frente para mim, proferiu o seguinte: Você é um ladrão, safado, filho da p...! Após retirar-se do campo de jogo, sentou no banco de reservas e negou-se a ir para o vestiário, só o fez conduzido por seu treinador. Saliento ainda que, quando dirigia-se para o vestiário, o atleta atravessou por dentro do campo de jogo e chutou uma bola que estava posicionada ao lado esquerdo da meta para dentro do campo".

Bassols também registrou a expulsão de Tite da área técnica, explicando que o treinador protestou de "forma acintosa com o quarto árbitro" por causa do vermelho recebido por Emerson. Tite já havia sido advertido por conta de reclamações, escreveu o juiz.


Árbitro cita xingamentos fortes de Sheik na súmula:

Súmula de Bassols justifica expulsão de Emerson Sheik (Foto: Divulgação / CBF)

Fonte: Globo Esporte