Árbitro é preso por manipular resultados de jogo em troca de sexo

Sabbagh, de 34 anos, ficará preso por seis meses.

O árbitro libanês Ali Sabbagh foi preso na última segunda-feira após ser julgado culpado da acusação de ter manipulado resultados em troca de sexo. Além dele, dois árbitros-assistentes também foram condenados em um tribunal em Cingapura.

Sabbagh, de 34 anos, ficará preso por seis meses. Árbitro da Fifa, ele apitou partidas pelas Eliminatórias da Copa de 2014 na Ásia, como o duelo entre China e Cingapura, em 2011. Os dois bandeirinhas, Ali Eid e Abdallah Taleb, foram condenados a três meses de prisão.

O esquema de sexo foi arranjado por um grupo investigado por manipulação de resultados do país asiático, liderado por um empresário chamado Ding Di Yang, que oferecia mulheres em troca dos resultados desejados. Esse grupo pode ser responsável por alterar resultados de mais de 380 partidas pelo mundo.

A partida que gerou suspeita sobre o libanês e os bandeirinhas foi o duelo entre Tampines Rovers, de Cingapura, e East Bengal, da Índia, pela Copa das Confederações Asiáticas, em 3 de abril deste ano. Antes do jogo começar, o trio foi substituído.

?Mas ninguém sabe quantas partidas ele pode ter manipulado?, falou o juiz do caso durante a sentença.



Fonte: UOL