Argentina fica em 1º no ranking da Fifa e Brasil em segundo

Na liderança, a Argentina passará a somar 1.634

O Brasil garantiu o primeiro lugar das eliminatórias sul-americanas em 2016, mas não conseguiu tirar o maior rival do topo do ranking da Fifa: com a vitória de 3 a 0 sobre a Colômbia na noite de terça-feira, a Argentina continuará em primeiro lugar na lista mensal que será divulgada no dia 24 deste mês pela entidade que organiza o futebol mundial.

Pelo simulador no site da Fifa é possível prever quantos pontos cada seleção terá no ranking de novembro, o penúltimo do ano. Com os últimos resultados, o Brasil assumirá o segundo lugar com 1.544 pontos, passando a Alemanha, que ficará com 1.433. Na liderança, a Argentina passará a somar 1.634.

Quando Tite assumiu o comando, a seleção brasileira ocupava o nono lugar no ranking da Fifa de julho atrás de Espanha, França, Portugal, Chile, Alemanha, Colômbia, Bélgica e Argentina. Desde o dia 1º de setembro, quando o treinador fez sua estreia, o Brasil ganhou várias posições. No ranking daquele mês, já havia pulado para o quarto lugar após as vitórias sobre Equador e Colômbia. E após vencer Bolívia e Venezuela, em outubro, pulou para a terceira posição.   

Invicta sob o comando de Tite (seis jogos e seis vitórias), a Seleção assumiria o primeiro lugar do ranking da Fifa caso o time de Edgardo Bauza fosse derrotado pela Colômbia. Porém, Lionel Messi comandou a Argentina com uma atuação de gala na vitória de 3 a 0 e os "hermanos" continuarão no topo, posição que ocupam desde abril deste ano.

Além do primeiro lugar do ranking, o triunfo em San Juan deixou a Argentina viva nas eliminatórias. Após chegar ao sexto lugar - posição que a deixaria fora da Copa -, a equipe de Messi terminou o ano em quinto, colocação que garante ao menos a vaga na repescagem contra o representante da Oceania.


Image title

Fonte: Com informações do Globoesporte.com