Ataques de Romário reacendem apelo por derrubada de estátua

Parte de conselheiros e integrantes da diretoria insistem na queda de monumento em São Januário. Roberto Dinamite não descarta

O ataque de Romário a Roberto Dinamite e Sorato foi além da questão pessoal. As palavras do Baixinho ? revoltado com o tratamento dado a seu filho Romarinho nos juniores ? causaram a ira de conselheiros e integrantes da diretoria cruz-maltina contra o deputado federal. Assim, reacendeu um movimento interno para a derrubada da estátua do ex-atacante em São Januário.

Algumas pessoas próximas a Roberto Dinamite no clube insistem para que o monumento seja posto abaixo. A ideia começou por conta da ação de Romário contra o Vasco, que passa dos R$ 50 milhões. O movimento foi retomando depois que o camisa 11 atacou o presidente e o clube após a rescisão do contrato de seu filho, na última sexta-feira.

O presidente preferiu não responder as palavras de Romário na mesma moeda. Mas quando perguntado sobre a possibilidade da retirada da estátua, não descartou.

- Não é uma decisão do Roberto, mas eu vou pensar em relação a isso. Eu acho que o clube é maior do que tudo isso, então tem de ser respeitado. Não é o Romário, não é o Roberto. Mas os atletas que passaram por ali merecem ser respeitados. Então, eu vou agir dentro daquilo que eu achar que possa ser o melhor, em respeito principalmente à instituição. O Vasco está acima do Roberto, está acima do Romário, está acima de todo mundo. O que eu vou fazer, vocês vão saber - disse Dinamite, em entrevista.

A estátua de Romário foi inaugurada em 18 de agosto de 2007 pelo então presidente Eurico Miranda. O monumento está localizado atrás da baliza da piscina de São Januário, onde o Baixinho marcou, de pênalti, seu milésimo gol na carreira, na vitória do Vasco por 3 a 1 sobre o Sport, no dia 20 de maio daquele ano.

No amistoso de despedida de Edmundo, em março deste ano, em São Januário, a torcida do Vasco deu o seu recado e gritou:

- Al, al, al. Estátua pro Animal. Ão, ão, ão, derruba a do Anão.

Fonte: Globo Esporte