Ateltas da Chapecoense xingam juiz ao marcar pênalti para Palmeiras

Wilton Pereira Sampaio registrou revolta do técnico Caio Júnior

O árbitro Wilton Pereira Sampaio registrou em súmula xingamentos do técnico Caio Júnior e outros membros da Chapecoense no momento em que foi apontado pênalti para o Palmeiras, no segundo tempo da partida da última quinta-feira (04), na Arena Condá, que terminou em 1 a 1.

A súmula relata que Caio Júnior teria retardado o reinício da partida de propósito, demorando para se retirar do campo após ser expulso. De acordo com Wilton Pereira Sampaio, o treinador foi retirado por invadir o campo e se revoltar com a marcação da penalidade.

“Tais maluco, não foi nada, é tudo contra nós, isso é um roubo”.

Image title

Segundo o árbitro, ao final da partida, outros membros do Verdão do Oeste também o xingaram e tiveram de ser contidos por seguranças da partida. A súmula cita as palavras que teriam sido proferidas pelos integrantes do time.

“Vagabundo, corrupto, hoje tu não sai vivo daqui, filho da p…, safado, vamos te quebrar de pau”.

O lance que gerou a polêmica foi aos 36 minutos da segunda etapa, quando Wilton Pereira Sampaio assinalou um pênalti para o Palmeiras em jogada envolvendo o volante Gil e o meia Cleiton Xavier, que caiu na área da Chape. Na cobrança, Jean fez o gol de empate.

Fonte: Esporte Interativo