Atleta que representou Estados Unidos em três Olimpíadas revela que virou prostituta

Atleta que representou Estados Unidos em três Olimpíadas revela que virou prostituta

Segundos as informações que vazaram em um site norte americano, Suzy trabalha como prostituta desde dezembro do ano passado

A ex-atleta Suzy Favor Hamilton, que representou os Estados Unidos em três Jogos Olímpicos (1992, 1996 e 2000) nas provas de média distância do atletismo, admitiu nesta quinta-feira que tem levado uma vida como prostituta, em Las Vegas, cidade conhecida mundialmente pelas diversas atrações da noite, como cassinos e shows.

Via Twitter, ela se justificou após vazamentos na internet. "Me dei conta de que tomei decisões muito irracionais e assumo a minha responsabilidade por elas. Não sou vítima aqui e eu sabia o que estava fazendo. Me senti atraída pela prostituição especialmente porque me dava mecanismos de sobrevivência quando eu vivia momentos muito difíceis na minha vida e no meu casamento", disse ela.

Segundos as informações que vazaram em um site norte americano, Suzy trabalha como prostituta desde dezembro do ano passado e usava o apelido de Kelly Lundy, cobrando cachê de 600 dólares por hora.

Ainda na sua conta na rede social, Suzy afirmou que não esperava que as pessoas entendessem a sua decisão, mas diz que as razões que a fizeram tomar essa decisão faziam sentido na hora, especialmente quando ela estava perto de uma depressão. Ela ainda afirmou que pretende voltar a ser uma boa mãe, mulher, filha e amiga.

"Nunca pensei que eu fosse ser exposta e machucar os sentimentos de alguém. Tenho visitado um psicólogo nos últimos meses e vou continuar a fazer isso. Não posso nem falar quão mal eu estou e agradeço o apoio dos familiares neste momento", completou ela que é casada.

Fonte: UOL