Atleta tenta cruzar os Estados Unidos correndo em 69 dias

Ela vai correr de Los Angeles a Nova York

Após percorrer 100 milhas nas montanhas rochosas do Colorado, completar seis vezes a Maratona de Nova York e ter sido nomeada por duas vezes a ultramaratonista do ano pela New York Road Runners (NYRR), a professora Keila Merino encara agora o seu maior desafio. A atleta quer ser a mulher mais rápida do mundo a percorrer as quase três mil milhas (cerca de 4,6 mil quilômetros) que separam Los Angeles e Nova York.

Para isso, a corredora terá que completar o percurso em menos de 69 dias e 2h, o que corresponde a cerca de 66 km por dia. O recorde anterior foi estabelecido em 1978 pela corredora sul-africana Mavis Hutchinson.

A aventura, que teve início na última sexta-feira, 1º de julho, tem uma causa mais nobre do que um “simples” recorde mundial. O objetivo é arrecadar dinheiro para o projeto Mighty Milers, da NYRR, que tem como objetivo ensinar hábitos saudáveis para crianças e jovens e, dessa forma, combater a obesidade e a diabetes.

“Tudo começou quando eu vi meus alunos sofrendo para subir as escadas da escola. Foi nesse momento que decidi orientá-los para se tornarem corredores”, disse a professora, que tem inspirado diversos jovens a terem uma vida mais saudável.

A professora Keila Merino (Crédito: iG)
A professora Keila Merino (Crédito: iG)
Fonte: iG