Atletas piauienses pedem apoio para participar de competição de Muay Thai

A falta de apoio é o principal obstáculo enfrentado por atletas piauienses que têm preparo técnico, mas não dispõem de situação financeira suficiente para ir a torneio

A Copa Brasil de Muay Thai Tradicional, competição que será realizada em 1º de novembro, em Guarabira, na Paraíba, representa uma grande expectativa para competidores piauienses, que miram o torneio em busca de vitórias. Mas antes mesmo de entrarem no ringue, os atletas vão precisar vencer um adversário que está aqui mesmo: a falta de apoio.

Rafael França (até 75 kg) e Stéfano Nunes (até 90 kg) vão ajudar a representar o esporte piauiense na Copa Brasil, mas levantar recursos para o custeio das viagens tem sido um desafio.

“Corremos atrás de patrocinadores para tentar cobrir essas despesas, mas não conseguimos. Por conta disso, estamos fazendo uma rifa de material de academia”, disse Rafael França. O grupo planeja viajar no próximo dia 30.
Acompanhando os atletas, seguirá o treinador Luciano Carvalho.

“É a nossa primeira competição no Muay Thai, mas estamos muito confiantes. Isso porque percebemos a evolução nos nossos treinamentos. Além disso, treinamos com atletas de nível bastante elevado, na academia dos irmãos Nogueira, em Fortaleza, por exemplo. Percebemos que nosso trabalho não fica devendo em nada em relação a lutadores com nível mais avançado”, complementou o lutador, que pratica a modalidade há aproximadamente dois anos.

Além da possibilidade de participar de competições, Rafael ressalta que o Muay Thai tem, como principais benefícios, o gasto calórico (800 a 100 kcal por treino), o fato de trabalhar bastante o abdome e melhorar a postura, além de funcionar como uma válvula de escape para o stress e o mau humor.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Dowglas Lima