Atlético-GO anula Neymar e vence Santos por 2 a 0

Atlético-GO anula Neymar e vence Santos por 2 a 0

Agora com 16 pontos, os goianos ocupam a 14ª colocação do torneio

No último jogo sob o comando do interino Jairo Araújo, o Atlético-GO, que já acertou a contratação do treinador Hélio dos Anjos, venceu o Santos por 2 a 0, no Estádio Serra Dourada, na noite deste sábado, e deixou a zona de rebaixamento do Brasileiro.

Agora com 16 pontos, os goianos ocupam a 14ª colocação do torneio, ultapassando a própria equipe paulista, que, apesar dos dois jogos a menos em relação à maioria dos times da Série A, está em situação desconfortável, em 15º, com 15 pontos.

O jogo marcou a volta de Neymar e Ganso ao time da Vila Belmiro, após participarem da derrota da Seleção Brasileira por 3 a 2, contra a Alemanha, em amistoso disputado em Stuttgart.

No entanto, com as atuações apagadas dos santistas, bem marcados, quem brilhou na partida foram Anselmo e Diogo Campos, autores dos gols do Atlético-GO.

Até então, os dois clubes haviam se enfrentado quatro vezes na história, com vitórias dos paulistas em todas as oportunidades. Neste sábado, a torcida local até gritou "olé" ao fim da partida, que foi muito truncada no primeiro tempo, mas dominada pelos goianos na etapa final.

Na próxima rodada, o Santos recebe o Coritiba, no dia 17, às 21h50 (de Brasília). No dia seguinte, às 21h, o Atlético-GO enfrenta o Flamengo, fora de casa.

O jogo

Contrapondo as voltas de Neymar e Ganso, o Santos teve os desfalques de Ibson, machucado, e Elano e Edu Dracena, suspensos. Já no Atlético-GO a principal baixa foi o atacante Felipe, que, com dores na coxa direita, sequer foi relacionado.

Mesmo jogando em casa, o time de Jairo Araújo apostou em um esquema tático defensivo contra o Santos, permitindo que o adversário mantivesse a posse da bola, mas neutralizando as jogadas paulistas com forte marcação, especialmente em cima das estrelas Neymar e Ganso.

A estratégia funcionou e a etapa inicial teve poucas emoções. Apenas aos 30min, o camisa 11 santista conseguiu emplacar um jogada individual: rntrando na área, Neymar caiu após trombar com Adriano, que o tocou com o joelho. Após o lance o atacante do clube alvinegro reclamou muito e recebeu cartão amarelo por simulação

No minuto seguinte, o jovem santista voltou a questionar o árbitro, alegando ter sido puxado pelo volante Agenor, que ganhou na corrida e salvou gol em cima da linha após falhar no início do lance.

A partida mudou de panorama no segundo tempo, e, aos poucos, os goianos criavam suas primeiras oportunidades. Aos 12min, Juninho cruzou da direita e a bola atravessou a área. Thiago Feltri chegou batendo e Rafael salvou o Santos.

Aos 23min, Diogo Campos acertou lindo voleio e exigiu bela defesa de Rafael. Com Neymar e Ganso apagados, o time de Muricy Ramalho não criava jogadas.

A insistência goianiense surtiu efeito aos 24min: Diogo Campos bateu prensado e a bola sobrou na área. Anselmo entrou, em posição legal, e empurrou para as redes, abrindo o placar.

Aos 34min, a vitória foi selada. Anselmo escapou pela esquerda e cruzou na pequena área, Diogo Campos entrou livre e empurrou para as redes.

O Santos ainda tentou reagir e chegou perto de marcar aos 40min, com Bruno Rodrigo, de cabeça. Mas os goianos seguraram bem a pressão e a torcida local até gritou "olé" no fim do jogo.

FICHA TÉCNICA

Atlético-GO 2 x o Santos

Gols

Atlético-GO:

Anselmo, aos 24min e Diogo Campos, aos 34min do segundo tempo

Atlético-GO: Anselmo, aos 24 e Diogo Campos, aos 34 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-GO: Márcio; Adriano, Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Bida e Thiaguinho (Diogo Campos); Juninho (Ernandes) e Anselmo (Leonardo)

Técnico: Jairo Araújo (interino)

Santos: Rafael; Pará, Bruno Rodrigo, Durval e Léo; Adriano, Henrique (Diogo), Arouca e Paulo Henrique Ganso (Felipe Anderson); Neymar e Borges (Alan Kardec)

Técnico: Muricy Ramalho

Cartões amarelos

Atlético-GO:Agenor

Santos:

Cartões vermelhos

Atlético-GO:

Santosa: Neymar

Árbitro

Sandro Meira Ricci (DF)

Local

Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Fonte: Terra