Atlético-GO bate líder Fluminense e esquenta a briga

Atlético-GO bate líder Fluminense e esquenta a briga

Atlético-GO fez um gol nos acréscimos e venceu o líder Fluminense

Em duelo de opostos, o Atlético-GO, penúltimo colocado do Brasileiro, recebeu neste sábado no Estádio Serra Dourada o Fluminense, líder da competição, em partida válida pela 21ª rodada. Em um jogo movimentado com muitas oportunidades de gol, o time da casa conseguiu um grande resultado, ao vencer por 2 a 1, com um gol nos acréscimos.

Com o resultado, o Fluminense permanece com 41 pontos e, com a derrota do Corinthians para o Grêmio, manteve a vantagem na ponta em três pontos. Já o Atlético-GO chegou aos 20 e subiu para a 17ª colocação, ainda na zona do rebaixamento.

A primeira etapa foi bastante corrida, e os goleiros precisaram trabalhar bastante. Apesar de jogar fora de casa, o Fluminense foi para cima e criou as chances mais claras de gol. Os atleticanos, jogando na base do contra-ataque, não facilitaram para os visitantes.

Conca e Deco, inspirados e com muita movimentação, organizavam todas as jogadas de ataque do time carioca. Até que, aos 22min, depois de amplo domínio, o Fluminense abriu o placar. Deco deu grande lançamento para Conca dentro da área, pelo lado direito. Com um toque, o argentino tirou do goleiro Márcio e tocou para o meio da área. O atacante Washington só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Três minutos depois, a parceria quase que funcionou novamente. Conca deu belo passe para Washington. O camisa 9 invadiu a área e chutou cruzado, mas a bola passou à esquerda, muito perto da trave do goleiro Márcio.

Aos 29min, no primeiro ataque de perigo do time da casa, veio o empate. William recebeu passe de Róbston, entrou na área, passou por Mariano e Valencia e bateu no canto esquerdo, na saída do goleiro Fernando Henrique.

Aos 35min, a trave salvou os goianos pela primeira vez. Em cobrança de falta na entrada da área, pelo meio, Washington bateu colocado, por cima da barreira, na direção do ângulo esquerdo de Márcio, mas a bola explodiu no travessão.

Melhor na partida, os visitantes continuaram pressionando em busca do gol. Três minutos mais tarde, Deco enfiou uma bola para o zagueiro Gum, pelo lado direito. O jogador dominou e bateu cruzado, mas a bola tocou no pé da trave e foi para fora.

O segundo tempo continuou com o mesmo ritmo. Muito superior tecnicamente, o Fluminense partiu para cima para tentar a vitória, enquanto que o time da casa ficou mais fechado na defesa. Aos 16min, depois de confusão na área, Washington conseguiu arrumar espaço para finalizar, mas Márcio mandou para escanteio.

A situação do Atlético-GO ficou mais difícil aos 28min. Gilson matou uma jogada de contra-ataque e fez falta dura em Carlinhos. O jogador recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o time da casa com um a menos.

Em vantagem numérica, os cariocas aumentaram a pressão, mas o time da casa soube se defender, apesar do sufoco, e num rápido contra-ataque conseguiu surpreender. Já nos acréscimos, aos 46min, Anaílson deu longo passe para Diogo Galvão, dentro da área, pelo lado direito. O atacante dominou e rolou para Juninho, que bateu de primeira no canto esquerdo de Fernando Henrique, garantindo a virada heróica para o Atlético-GO, com um jogador a menos.

Na próxima rodada, o Fluminense recebe o Corinthians no Engenhão, na quarta-feira, às 22h (de Brasília), no duelo entre os dois primeiros do Brasileiro. Já o Atlético-GO enfrenta o Santos na Vila Belmiro, no mesmo dia, às 19h30.

Fonte: Terra, www.terra.com.br