Atlético-MG peca nas finalizações, fica no 0 a 0 com o Democrata GV, mas está na final

Atlético-MG peca nas finalizações, fica no 0 a 0 com o Democrata GV, mas está na final

O time alvinegro havia vencido o jogo de ida das semifinais por 2 a 1

Jogando como visitante no Mineirão, o Atlético-MG abusou dos erros de finalização neste sábado, mas contou com a ineficiência do ataque do Democrata de Governador Valadares para garantir presença na final do Campeonato Mineiro com um empate por 0 a 0. O time alvinegro havia vencido o jogo de ida das semifinais por 2 a 1, no Estádio Ipatingão, e precisava apenas do empate para chegar à decisão do Estadual.

Como fez campanha melhor na primeira fase - ficou em segundo lugar, apenas atrás do Cruzeiro - o Democrata jogava por uma vitória simples na partida de volta. Porém, não conseguiu vazar a defesa do adversário. Agora, a equipe de Belo Horizonte aguarda na final Cruzeiro ou Ipatinga, que jogam neste domingo.

Podendo até empatar para se garantir na final, o Atlético começou melhor. Aos 7min, Corrêa arriscou da entrada da área e acertou uma bomba no travessão. Cinco minutos depois, Carlos Alberto, que jogou na ala direita, perdeu chance incrível: após cruzamento de Leandro, ele apareceu na pequena área para cabecear, mas jogou à esquerda do gol.

Aos 13min, foi a vez de Diego Tardelli aparecer com um chute cruzado, que acertou a trave do goleiro Bruno. O time da capital pressionava a saída de bola do Democrata e criava boas chances de marcar. Com 22min, Ricardinho bateu falta para fora, com perigo. A equipe de Governador Valadares respondeu aos 28min, com chute de primeira do atacante Eraldo.

Com mais posse de bola, o Atlético encontrava dificuldade na armação, enquanto o adversário forçava o jogo pelas laterais. Aos 38min, Corrêa recebeu sozinho e chutou na rede pelo lado de fora. Com muitos erros de finalização, o primeiro tempo terminou sem gols.

O técnico Vanderlei Luxemburgo voltou do intervalo com Muriqui no lugar do jovem Renan Oliveira, mas o principal defeito da equipe continuou: erros na hora de concluir a gol. Diego Tardelli perdeu boa chance aos 2min ao chutar por cima do gol e o Democrata respondeu aos 6min, com Eraldo, que girou dentro da área e finalizou para boa defesa de Aranha.

Aos 13min, foi Muriqui quem perdeu mais uma chance clara para o Atlético. Após receber belo passe de Tardelli, o atacante bateu rente à trave direita, para fora. O time do interior mineiro tentava assustar com chutes de longa distância.

Mal no jogo, Muriqui, que havia entrado no intervalo, foi sacado por Luxemburgo aos 35min para a entrada do veterano Marques. O ídolo atleticano fez boa jogada aos 40min e tocou para Leandro, que bateu de primeira para boa defesa de Bruno. Porém, o apito final chegou sem que as redes fossem balançadas.

FICHA TÉCNICA

Democrata-GV 0 x 0 Atlético-MG

Ponto Forte do Democrata

Marcação forte no meio e boas saídas pelas laterais

Ponto Forte do Atlético-MG

Domínio da posse de bola e maior presença ofensiva

Ponto Fraco do Democrata

Muitos erros de passe no meio de campo

Ponto Fraco do Atlético-MG

Falhas fáceis de finalização em chances claras de gol

Personagem do jogo

Muriqui, que entrou no intervalo, teve atuação apagada, perdeu gols e foi substituído aos 35min do segundo tempo

Esquema Tático do Democrata

4-4-2

Bruno; Alex Santos, André Moura, Matheus e Magal; Dudu Araxá, Saulo (Celinho), Beto (Sandro Manoel) e Wanderson; Ely Thadeu (Rafael Lopes) e Eraldo. Técnico: Moacir Júnior

Esquema Tático do Atlético-MG

3-5-2

Aranha; Benítez, Werley e Jairo Campos; Carlos Alberto, Zé Luís, Corrêa, Ricardinho (Júnior) e Leandro; Renan Oliveira (Muriqui, depois Marques) e Diego Tardelli. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Cartões amarelos

Democrata: Dudu Araxá

Árbitro

Emerson de Almeida Ferreira

Local

Estádio do Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Público

15.114

Fonte: Terra, www.terra.com.br