Atlético-MG vence e tira o Cruzeiro da ponta

Atlético-MG deixa a degola do Brasileiro

Com direito a uma atuação de gala do atacante Obina, autor de três gols, o Atlético-MG venceu um eletrizante clássico contra o Cruzeiro por 4 a 3 neste domingo, em Uberlândia, e deixou a zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro após 21 rodadas.

De quebra, a equipe alvinegra ainda calou o Estádio Parque do Sabiá, lotado de torcedores do time celeste, mandante da partida, e tirou o arquirrival da liderança do torneio. Enquanto a equipe do técnico Dorival Júnior sobe para o 16º lugar, com 34 pontos, ultrapassando o Vitória, o de Cuca permanece com 54 e vê o Fluminense assumir a ponta no saldo de gols.

Sob uma insistente chuva em Uberlândia, o Atlético-MG não se intimidou com a torcida rival e precisou de apenas sete minutos para abrir o placar. Leandro avançou pela esquerda e cruzou para Obina correr para o abraço pela primeira vez na noite. O Cruzeiro respondeu: quatro minutos depois, Montillo recebeu de Henrique e, na frente do gol, chutou para fora.

No entanto, os alvinegros não demoraram para criar mais chances, principalmente explorando os contra-ataques. Diego Tardelli quase marcou aos 18min, cinco minutos antes de Obina ir às redes pela segunda vez, agora após cruzamento de Rafael Cruz. A exemplo do primeiro gol atleticano, Montillo teve a chance de diminuir o prejuízo em seguida, mas falhou de novo.

Aos 27min, Edcarlos foi tocado por Werley na área e desabou no gramado. O árbitro Sandro Meira Ricci deu pênalti, mas o argentino, com cavadinha, mandou para fora. Se Montillo falhava de um lado, Obina não perdoava do outro. Em rápido contra-ataque aos 30min, Serginho chutou cruzado e o centroavante desviou para as redes: 3 a 0.

Insatisfeito, o técnico Cuca decidiu trocar Diego Renan por Gilberto. Um minuto depois de entrar, o experiente meio-campista acertou um lindo chute de primeira no ângulo de Renan Ribeiro para descontar. O Cruzeiro foi só pressão nos minutos finais da etapa inicial, desperdiçando boas chances com Caçapa e Farías.

O panorama continuou igual no segundo tempo. Com Pablo no lugar de Jonathan, que deixou muitos espaços para Leandro, o time celeste partiu para cima, enquanto o arquirrival ficava recuado, à espera do melhor momento para contra-atacar. Renan Ribeiro salvou os visitantes em chute de Farías aos 8min e de Thiago Ribeiro aos 11min.

Marquinhos Paraná ainda perderia mais uma boa chance pouco antes de os visitantes novamente se mostrarem mortais no ataque. Aos 21min, Serginho bateu escanteio e Réver subiu mais que a defesa celeste para ampliar. O time azul ainda aproveitaria um "apagão" da defesa adversária para enconstar no placar com dois gols de Thiago Ribeiro, de cabeça, aos 31min, e em chute cruzado, aos 33min.

A equipe da casa pressionou nos minutos finais, mas a reação parou por aí. Os dois times voltarão a campo no próximo sábado. O Cruzeiro tentará a reação contra o lanterna Grêmio Prudente, no interior paulista. Já o Atlético-MG recebe o Botafogo na Arena do Jacaré na luta para seguir fora da zona da degola.

Fonte: Terra, www.terra.com.br