Com apenas 16 anos, Marcus Vinícius fica com a prata no tiro ao arco

Com apenas 16 anos, Marcus Vinícius fica com a prata no tiro ao arco

Quando recebeu um folheto da Confederação Brasileira de Tiro com Arco, na escola em Maricá, no Rio de Janeiro, Marcus Vinícius D'Almeida não fazia ideia do que o futuro lhe reservava. Apenas quatro anos após começar na modalidade, o brasileiro de 16 anos conquistou nesta terça-feira o seu resultado mais expressivo até agora.

Considerado um fenômeno do tiro com arco, Marcus chegou onde nenhum brasileiro tinha conseguido. Em Nanquim, nas Olimpíadas da Juventude, o porta-bandeira do Brasil disputou o ouro contra o sul-coreano Seok Woo Lee e apesar da derrota por 7 a 3 ( total 148 a 146), conquistou uma prata histórica para o país.- Ele chegou perto da perfeição e não tive como acompanhar. Eu não perdi, ele ganhou. São 30 pontos em jogo a cada set, então, são 30 pontos que tenho que fazer. Foi isso que aprendi aqui. Vim do outro lado do mundo, busquei uma medalha olímpica, é difícil descrever. É uma realização para mim, para o meu esporte, e para o Brasil. Só tenho que agradecer.

É o maior resultado da minha carreira. O trabalho que tenho feito é grande, e tenho parte de um sonho realizado. Agora, me falta 2016, nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. O ouro não veio por pouco. Foi uma grande final olímpica - destacou. Marcus Vinícius vem surpreendendo na modalidade. Ele é o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha em uma etapa da Copa do Mundo. Após quatro etapas do torneio em 2014, ele garantiu um lugar para a final final da disputa, o que o país nunca havia conseguido. Hoje, é o segundo no ranking da Copa do Mundo e o nono no ranking mundial da modalidade, com apenas 16 anos.

Fonte: Globo Esporte