Para os amantes de bebidas energéticas, cardiologista alerta: "altos números de paradas cardíacas"

Para os amantes de bebidas energéticas, cardiologista alerta: "altos números de paradas cardíacas"

O diretor médico da Maratona de Londres e um dos Diretores das Olimpíadas de 2012, Dr. Sanjai Sharma, foi enfático em alertar sobre exageros principalmente em amadores, pouco ou totalmente despreparados e desinformados. Prática de provas longas necessita de orientação e avaliação de especialistas médicos, treinadores e nutricionistas, para que não ultrapassem os limites fisiológicos seguros.

Uma das pesquisas surpreendentes apresentadas, veio da França, onde se demonstrou que o consumo do vinho diário só tinha real benefício se fosse associado à atividades físicas regulares. Um grave alerta sobre o consumo de energéticos chamou a atenção pela severidade das conclusões. O abuso de quantidades seguidas de energéticos nas baladas em Paris, entre janeiro de 2009 e novembro de 2012, foi avaliado por 15 especialistas em cardiologia, psiquiatria, neurologia e fisiologia.

Os resultados foram semelhantes aos encontrados em outras pesquisas menores. Separaram os últimos dois anos, e 257 casos de hospitalização foram relatados, sendo 212 deles estudados de modo bem detalhado. Distúrbios cardiológicos foram 95 e desses oito paradas cardíacas seguidas de morte, 46 com graves arritmias, 13 com sintomas de angina do peito e três com hipertensão arterial. Quanto a problemas psiquiátricos foram diagnosticados 74 casos e 57 neurológicos. Concluíram que abusos de energéticos não devem de maneira nenhuma fazer parte do consumo habitual de esportistas em geral e o problema é que raramente usuários de energéticos o mencionam para o seu médico nas consultas de rotina, principalmente se teriam alguma sensibilidade para estimulantes a base de cafeína ou cardiopatia prévia.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte