Em sua primeira noite na prisão, Pistorius só parou de chorar quando dormiu, segundo jornal

Ainda de acordo com a publicação, uma outra fonte revelou que Oscar Pistorius está sendo monitorado constantemente.

O atleta paraolímpico Oscar Pistorius foi condenado a cinco anos de prisão pela morte da namorada, Reeva Steenkamp. Mas mesmo após ser transferido para a reclusão ele ainda continua sendo notícia para a imprensa. Segundo jornais, o atleta sofreu na sua primeira noite no local.

- Você podia escutá-lo. Logo após fechar a porta, podia ouvir as lágrimas. Ele estava devastado, quebrado. O choro continuou. Achamos que ele só parou de chorar quando adormeceu. Foi realmente ruim - disse a fonte.

Ainda de acordo com a publicação, uma outra fonte revelou que Oscar Pistorius está sendo monitorado constantemente. O departamento de Serviços Penitenciários se recusou a comentar o assunto. Assim que conheceu a sua sentença, na terça-feira, o paralímpico foi encaminhado em uma van da polícia para o presídio. Biamputado, ele ficará em uma ala especial e hospitalar do local, com outros oito detentos deficientes.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte