Atrás da vaga, pressionado Grêmio e desfalcado Flu se reencontram no Sul

Para gaúchos, triunfo significa um pouco mais de tranquilidade para a última rodada. No lado carioca, vitória já assegura classificação às oitavas de

Vários craques, dois grandes times, um objetivo e situações um tanto quanto distintas. Assim é possível descrever o confronto de tricolores entre Grêmio e Fluminense, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pelo Grupo 8 da Libertadores. Para os gaúchos, vencer a partida vai significar um grande passo rumo às oitavas de final da competição sul-americana. No caso do time carioca, a vitória garante a vaga antecipada. E até por isso a pressão sobre os dois times antes de a bola rolar é bem diferente.

Apenas um ponto. Essa é a "pequena" diferença que separa Fluminense e Grêmio na tabela de classificação do Grupo 8. Ponto que dá tranquilidade aos cariocas e pressiona os gaúchos. Em segundo lugar na chave com sete pontos, o clube das Laranjeiras precisa apenas de uma vitória para confirmar sua classificação antecipada. Se perder, ainda terá o confronto diante do Caracas, em casa, no próximo dia 18, para confirmar sua vaga. Uma vez mais, bastará vencer.

Em terceiro lugar com seis pontos, o Grêmio, por sua vez, não se pode dar o luxo de tropeçar. Se for derrotado pelo Flu, precisará vencer o atual líder Huachipato - sete pontos, um jogo a mais e vantagem sobre os cariocas no saldo de gols - fora de casa na última rodada. Em caso de empate na Arena, o clube gaúcho jogará por um novo empate no Chile para confirmar sua classificação.

Tais combinações nortearam as declarações do técnico Abel Braga antes da partida. Tranquilo apesar da extensa lista de desfalques que inclui nomes como Fred, Thiago Neves, Wellington Nem e Deco, o comandante lembrou que a partida é decisiva apenas para o Grêmio. E mostrou muita confiança em sua equipe, que apresentou um bom futebol nas últimas rodadas do Campeonato Carioca e vem de três vitórias seguidas. Caberá ao jovem Michael substituir o ídolo e capitão Fred, que sofreu um estiramento na panturrilha direita.

Já no Grêmio, o técnico Vanderlei Luxemburgo cogitou e até testou três atacantes, mas irá enfrentar o Fluminense com apenas dois. Marco Antonio será substituto de Elano, que estava suspenso e ainda por cima rompeu o ligamento do joelho direito na última semana. A matemática endossa a decisão de Luxa de não atirar o time ao ataque e manter o 4-4-2. Apesar da pressão pela vitória em casa, ao Grêmio bastam dois empates nas próximas rodadas para garantir uma das vagas às oitavas.

Mesmo que a classificação não possa ser antecipada, o discurso é de encarar o Flu como uma decisão de campeonato. A inspiração para voltar a vencer na Libertadores após a derrota para o Caracas? O próprio rival desta quarta, vencido pelo clube gaúcho com grande atuação por 3 a 0, no Engenhão. A torcida gaúcha entendeu o recado e esgotou todos os ingressos. Os cariocas também já adquiriram boa parte das 1500 entradas que têm à disposição. A direção da Arena Porto-Alegrense, empresa que gere a nova casa azul, aliás, espera 45 mil torcedores, o maior público do estádio em partidas oficiais.

Ricardo Marques Ribeiro (MG) apita a partida. Ele será auxiliado por Kléber Lucio Gil (SC) e Fábio Pereira (MG). A Rede Globo transmite o jogo para RJ, RS, Ituiutaba, Juiz de Fora e Uberlândia (MG), ES, DF, Cascavel, Foz do Iguaçu e Guarapuava (PR), SC, RN, AL, MA, PB, SE, PI, GO e Região Norte

Fonte: GloboEsporte