Atrasos de salários e premiação de título não preocupam elenco e técnico do Corinthians

Mano Menezes não acha que isso interfere no campo.

A crise financeira do Corinthians não é de hoje. Mas depois de conseguir evitar que ela chegasse ao elenco no ano passado, a diretoria não conseguiu o mesmo neste início de temporada. Com os direitos de imagem de quatro atletas (Felipe, Douglas, Lulinha e Fabinho) e a premiação pelo título da Série B atrasados, o Timão ainda não tem previsão de quando pagar. Mano Menezes não acha que isso interfere no campo.

- Isso não tem gravidade a ponto de atrapalhar o rendimento de um profissional de alto nível. Sempre peço para o jogador guardar um pouco de dinheiro para, quando precisar, ter onde pegar - brincou o técnico do Timão.

Os direitos de imagem que estão atrasados são referentes às luvas que esses jogadores têm direito. Elas foram diluídas nesse sistema para o Corinthians não ter que desembolsar tudo à vista, na assinatura do contrato. Já a premiação pela conquista da Série B está atrasada por conta da falta de patrocinador.

Especula-se que cada jogador teria direito a receber R$ 100 mil pelo retorno à elite do futebol brasileiro. Nenhum deles, porém, ganhou a bonificação, já que o Timão segue sem anunciar o novo patrocinador da camisa. A empresa de Ronaldo, a R9, ainda tenta outros dois parceiros, um para o calção e outro para a manga.

Representante do elenco nos assuntos financeiros, o zagueiro e capitão William não vê problema por ora nesse atraso. O camisa 4 acredita que esse é apenas um mau momento para o Corinthians e que a situação não vai virar rotina.

- Uma coisa é quando um clube atrasa o salário com frequência e fica marcado como uma equipe que não paga, mas, desde o rebaixamento, o Corinthians conta com pessoas sérias que sempre cumpriram o combinado - falou o zagueiro.

Enquanto a diretoria tenta achar maneiras para pagar o que deve aos jogadores, a equipe se encontra na vice-liderança do Paulistão. Nesta quarta-feira, o desafio é contra o Mogi Mirim, às 22h, no estádio do Pacaembu.

Fonte: Globo Esporte