Daniel Ricciardo vence o GP da Bélgica de Fórmula 1

Daniel Ricciardo vence o GP da Bélgica de Fórmula 1

Líder do campeonato, a dupla da Mercedes Lewis Hamilton e Nico Rosberg se prejudicou neste domingo, no Grande Prêmio de Fórmula 1 disputado na Bélgica. Os dois companheiros se tocaram no início da corrida e acabaram prejudicados – o inglês, que sequer pontuou, mais do que o alemão. Fora da briga entre os dois, o piloto da Red Bull Daniel Ricciardo aproveitou para vencer a prova, a terceira vitória do australiano na temporada, com Rosberg em segundo – Bottas completou o pódio.

Assim como Hamilton, o piloto brasileiro Felipe Massa teve desempenho ruim – foi prejudicado por um pedaço do pneu do carro do inglês da Mercedes – e também não pontuou, terminando apenas na 13ª colocação. A classificação final da prova deixa Rosberg mais isolado ainda na liderança da temporada: a vantagem para o companheiro da Mercedes, que era de 11 pontos, foi ampliada para 29 pontos. O GP da Bélgica começou com uma polêmica logo na segunda volta: após ganhar a dianteira na largada, Hamilton sofreu uma tentativa de ultrapassagem de Rosberg e, na disputa entre os dois, terminou com o pneu traseiro esquerdo furado pelo bico do carro do companheiro de equipe. O ato foi mais um ingrediente para acirrar o clima entre os dois.

A leve batida entre os dois pilotos afetou mais Hamilton, que teve que passar pelos boxes para trocar o pneu e caiu apenas para a 19ª colocação – Rosberg também foi obrigado a trocar a asa. Enquanto isso, o brasileiro Felipe Massa enfrentava problemas e não fazia boa corrida – o brasileiro também parou logo no início e chegou a cair para a 17ª posição. Com os atritos entre as Mercedes, Ricciardo assumiu a dianteira com folga, seguido por Raikkonen, Vettel e Bottas. O brasileiro Felipe Massa sofria com tempos lentos, até que, segundo a TV Globo, a equipe descobriu um pedaço de pneu que se soltou do carro de Hamilton após choque com Rosberg preso no assolho do carro, atrapalhando o piloto da Williams. Após a retirada do objeto, Massa passou a render melhor.

As paradas para o pit-stop deixaram a briga entre Ricciardo e Rosberg pela liderança e entre Bottas e Raikkonen pelo terceiro lugar no pódio. O australiano da Red Bull, no entanto, construiu grande vantagem para garantir o primeiro lugar do pódio sem ser ameaçado pelo alemão da Mercedes, líder do campeonato – a diferença chegou a ser de 22s, mas foi bastante reduzida. Já Bottas, companheiro de Massa, superou o adversário da Ferrari para subir ao pódio. O brasileiro, por sua vez, não conseguiu se recuperar na prova após sofrer com problemas no carro e ficou fora até mesmo dos dez primeiros, sequer pontuando no GP da Bélgica.

Fonte: Terra