'Duelo com Nico Rosberg é melhor que briga com Massa' afirma Hamilton

'Duelo com Nico Rosberg é melhor que briga com Massa' afirma Hamilton

O que pode ser mais intenso do que conquistar um título na última curva? Para Lewis Hamilton, o duelo com o companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, pela taça deste ano está sendo mais árduo que a disputa com Felipe Massa em 2008, que terminou a seu favor em Interlagos, em uma das decisões mais antológicas da história da Fórmula 1.

Segundo o britânico, o fato da briga ser contra o parceiro de equipe dessa vez a torna mais complicada: - A batalha parece muito mais intensa nesse ano. Quando eu corria contra Raikkonen e Massa, eles eram de diferentes equipes e seus carros tinham forças e fraquezas diferentes dos meus. E no meu time era apenas eu que estava competindo contra eles. Agora estou correndo contra um cara que tem o mesmo carro que eu. Nós temos acesso às mesmas informações e retornos, então é difícil tentar e estar na frente. É como jogar pôquer. Você tem cartas na mão, e o oponente não pode saber quais são, mas Nico e eu sabemos as cartas que cada um tem. Por isso, é difícil um derrotar o outro - afirmou em gravação com um de seus patrocinadores.

Em 2008, Hamilton conquistou o título na última volta do GP do Brasil, o último da temporada, vencido por Felipe Massa, após ultrapassar Timo Glock e terminar em quinto. Na ocasião, o inglês fechou a temporada com um ponto a mais do que o brasileiro, que ficou com o vice-campeonato. Neste ano, após 11 das 19 etapas realizadas, o inglês está em segundo na classificação geral, com 191 pontos, 11 atrás do companheiro de equipe, que tem 202. Para Hamilton, ter acesso à mesma tecnologia do amigo e rival coloca ainda mais à prova as habilidades individuais de cada um. - É muito mais desafiador porque você precisa encontrar caminhos para criar pequenas margens.

Então, o que você faz é usar suas habilidades individuais, coisas que foram aprendidas, ensinamentos. É preciso estar evoluindo sempre. Você não pode ser somente bom e isso bastar. Tem que continuar melhorando, porque sempre que você sobe um degrau, o adversário sobe um também - disse. Até o momento, em 11 corridas, a dupla colocou a Mercedes no pódio em todas, com cinco vitórias de Hamilton e quatro de Rosberg. Após o fim das férias da Fórmula 1 , o "duelo particular" terá mais um capítulo no próximo domingo (24), quando os pilotos disputam o GP da Bélgica.

Fonte: Globo Esporte