Hamilton não dá chances aos rivais e reina na China; Massa termina em 5º

O tetracampeão ao menos conseguiu o terceiro lugar no pódio, seguido pelo parceiro Kimi Raikkonen, o quarto.

Não teve para ninguém no GP da China deste domingo, válido pela 3ª etapa da temporada 2015 da Fórmula 1. Lewis Hamilton coroou com uma vitória tranquila um fim de semana perfeito no Circuito Internacional de Xangai, onde também fez a pole position e liderou todos os três treinos livres. O companheiro do britânico na Mercedes, Nico Rosberg, novamente não foi capaz sequer de pressionar o bicampeão mundial, ficando em segundo. A Ferrari, que venceu a prova anterior com Sebastian Vettel, desta vez não fez frente às Flechas de Prata. O tetracampeão ao menos conseguiu o terceiro lugar no pódio, seguido pelo parceiro Kimi Raikkonen, o quarto.

Massa vai bem, e Nasr volta a pontuar

Se não foi capaz de ameaçar a Mercedes, a equipe italiana, ao menos, mostrou estar um passo à frente da Williams. Felipe Massa levou a melhor no duelo interno com Valtteri Bottas, mas só não terminou a quase 30s dos carros vermelhos porque a corrida acabou sob bandeira amarela, graças à trapalhada dos fiscais na retirada da STR de Max Verstappen, que ficou parada em plena reta de chegada na penúltima volta. Felipe Nasr, da Sauber, fez uma exibição sólida, se sustentou entre o top 10 na maior parte da prova e cruzou em oitavo, voltando a pontuar.

Classificação após três etapas

Esta foi a segunda vitória de Hamilton no ano, a 35ª na carreira. Com o resultado, o inglês da Mercedes abriu vantagem na liderança. Após três corridas disputadas, ele soma 68 pontos, contra 55 do vice-líder Vettel e 51 de Rosberg. Massa alcançou os 30 pontos e se manteve em 4º. E Nasr chegou aos 14 pontos e segue em sétimo. A Fórmula 1 volta na semana que vem com GP do Bahrein, de 17 a 19 de abril.

Fonte: globoesporte.com