Autópsia não indica causa da morte de jogador de vôlei

Autópsia não indica causa da morte de jogador de vôlei

Após autópsia em corpo de Bovolenta, médico mantém cautela

O corpo do jogador de vôlei e medalhista olímpico Vigor Bovolenta passou por autópsia nesta terça-feira em Macerata, na Itália. Depois de duas horas e meia de exames, os médicos adotaram a cautela e ainda não confirmaram qual a causa da morte do atleta.

?Pode se dizer que foi um colapso, mas isso significa muito pouco ou nada?, comentou Alessia Dorio, médico escolhido pela família de Bovolenta para acompanhar o exame, aos jornais italianos.

O professor Mariano Cingolani, da Universidade de Macerata, foi o responsável pelo exame e disse que é preciso esperar a conclusão do inquérito para saber o que aconteceu com o meio-de-rede. Os peritos têm 90 dias para entregar os resultados.

Vigor Bovolenta morreu na noite de sábado, quando defendia a sua equipe, o Forlí, em uma partida na segunda divisão na Itália contra o time de Macerata. O jogador foi para o saque no terceiro set, se sentiu mal e desmaiou. Apesar do rápido atendimento ainda em quadra, ele chegou morto ao hospital.

Após a autópsia, o corpo de Bovolenta foi liberado para o funeral. O velório será na tarde dtsa quarta-feira em uma igreja em Cuttack, em Taglio di Po. O Forlí, equipe do italiano, disse que irá disponibilizar transporte aos fãs.

A família do jogador tem recebido diversas mensagens de apoio de outros atletas, dirigentes e ex-companheiros de Bovolenta. Nesta quarta, eles agradeceram o apoio, mas afirmaram que não darão entrevistas. Bovolenta era casado e pai de quatro filhos.

Fonte: IG