Autor de arremesso mantém forças após morte de jogador

Alguns ex-jogadores de críquete chegaram a afirmar que Abbott, de apenas 22 anos, talvez não conseguisse se recuperar do trauma e voltar a jogar.

Após a morte do jogador de críquete Phillip Hughes, os olhares também voltaram para Sean Abbott. Ele foi o autor do arremesso que acabou sendo fatal para o jovem australiano de 25 anos. De acordo com a rede britânica BBC, o executivo chefe da entidade de críquete da Austrália, James Sutherland, disse ter conversando com o atleta e que sua força chamou atenção.

- Eu conversei com ele na quinta-feira de noite e eu fiquei impressionado com a forma que ele estava ''se segurando'' e sua maturidade - disse Sutherland.

Depois do anúncio da morte, Abott foi visto deixando o hospital muito abatido. Ele está recebendo apoio psicológico e mensagens de carinho nas redes sociais. O acidente aconteceu na partida de críquete entre South Australia e New South Wales, na terça-feira. Phil Hughes usava o capacete protetor, mas a bola bateu na base de seu crânio. No infeliz lance, Hughes estava na posição de rebatedor quando foi atingido pela bola do jogo, arremessada por Sean Abbott. Apesar de usar capacete e todos os equipamentos próprios para segurança, o rebatedor desmaiou logo em seguida e foi levado ao hospital de St. Vincent, onde chegou a ser submetido a uma cirurgia e foi colocado em coma induzido. Com uma lesão rara, não resistiu.

Alguns ex-jogadores de críquete chegaram a afirmar que Abbott, de apenas 22 anos, talvez não conseguisse se recuperar do trauma e voltar a jogar.

- Nós (entidade de críquete) e os especialistas no assunto vamos fornecer ao Sean o suporte que ele precisar - completou James Sutherland.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte