Relógio de R$ 800 mil de tenista furtado em hotel é recuperado

Relógio de R$ 800 mil de tenista furtado em hotel é recuperado

Funcionário do hotel onde tenista estava hospedado foi interrogado e levou polícia ao esconderijo

A semana de Rafael Nadal não teve só alegrias. Um dia após ganhar o sétimo título em Roland Garros e alcançar a marca de maior vencedor da história do torneio, o espanhol teve furtado um relógio de luxo avaliado em 300 mil euros (aproximadamente R$ 800 mil), em um hotel de Paris. Mas, para alívio do tenista, a peça foi recuperada logo depois, segundo o jornal francês "Le Parisien". Um funcionário do estabelecimento, de 38 anos, foi interrogado e levou os policiais até onde escondeu a "joia": sob a grama, perto de sua casa, num terreno perto de sua casa, na região da estação de trens de Corbeil-Essonnes, na periferia da zona sul da capital francesa.

Como trabalhava no hotel, o acusado pelo furto possuía um cartão magnético que dava acesso livre aos quartos. Foi desta forma que ele entrou nos aposentos de Nadal para pegar o relógio. Nesta terça-feira, os pais do espanhol constataram que a peça tinha desaparecido do hotel, situado no centro de Paris, e alertaram a polícia.

Ainda nesta terça-feira, após as primeiras investigações, os policiais chegaram até o acusado. Interrogado, ele levou as autoridades ao local onde escondeu o relógio.

A peça foi cedida ao tenista por uma marca famosa, após parceria de marketing para as disputas em Roland Garros. No saibro parisiense, Nadal, que empunha a raquete com a mão esquerda, usou o relógio no punho direito. Moderno, o objeto pesa apenas 20g.

Curiosamente, esta não é a primeira vez que Nadal tem um relógio de luxo furtado. Em 2010, quando disputava o Masters 1000 de Toronto, no Canadá, o tenista perdeu uma peça avaliada em mais de R$ 1 milhão.

Fonte: Globo Esporte