Bahia freia boa fase do Fluminense e vence a 1ª com Joel Santana

Bahia freia boa fase do Fluminense e vence a 1ª com Joel Santana

Melhor no início da etapa inicial, a equipe da casa inaugurou o marcador com o atacante Souza. No que foi o único gol dos primeiros 45 minutos

Jogando no Estádio de Pituaçu, o Bahia superou o embalado Fluminense por 3 a 0, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, e deixou a zona de rebaixamento da competição. A partida deste domingo também marcou o primeiro triunfo de Joel Santana no comando do time baiano (antes havia perdido para Grêmio e Atlético-MG) e o fim da sequência de quatro vitórias consecutivas do Fluminense.

Com o resultado, o Bahia chega a 27 pontos e sobe para a 16ª colocação na tabela. Já os cariocas estacionam nos 37 pontos e ficam no quinto lugar.

Melhor no início da etapa inicial, a equipe da casa inaugurou o marcador com o atacante Souza. No que foi o único gol dos primeiros 45 minutos. Na volta para o segundo tempo, os baianos se postaram bem em campo e, mesmo jogando de forma mais cautelosa, souberam aproveitar para consolidar a vitória. Gum (contra) e Souza, de pênalti, definiram o placar do confronto.

Na próxima rodada do Brasileiro, o Bahia voltará a jogar no Pituaçu. A equipe tricolor receberá o Atlético-PR às 20h30 da próxima quarta-feira. No mesmo dia e horário, o Fluminense enfrentará o Avaí, no Engenhão.

O jogo

Precisando da vitória para deixar a zona de rebaixamento, o Bahia tomou a iniciativa assim que a partida começou. Logo aos 2min, Souza arriscou de fora da área e Diego Cavalieri espalmou pela linha de fundo.

Melhor em campo, o time mandante se lançava ao campo de ataque, porém não criava muitas chances claras de gol. Já os visitantes mal assustavam o adversário. Aos 18min, Fred cruzou para Ciro, que desviou de leve e Marcelo Lomba fez a defesa. No minuto seguinte, a equipe tricolor respondeu: Jones chutou cruzado da direita e Diego Cavalieri segurou.

Conforme o tempo passava, o Bahia seguia sendo mais perigoso no duelo. Assim, aos 27min, abriu o marcador. Marcos pedalou, deixou seu marcador no chão e concluiu para a defesa de Diego Cavalieri, que deu rebote. Souza, na pequena área, só teve o trabalho de mandar para as redes fazer a festa da torcida no Pituaçu.

Atrás no marcador, o Fluminense sentiu o gol e, embora buscasse sair mais para o jogo, assustou pouco o adversário. Já o Bahia diminuiu um pouco o ritmo e já não era tão perigoso quanto antes. A alternativa para os dois times foi a insistência em lançamentos para a área, que não resultavam em gol. Dessa forma, o duelo foi para o intervalo com o placar de 1 a 0.

Após um primeiro tempo com poucas emoções, os técnicos das duas equipes tentando mudar o panorama do jogo. No Bahia, Joel Santana colocou Lulinha na vaga de Carlos Alberto. Já Abel Braga lançou Fernando Bob e Martinuccio nos lugares de Rodrigo e Ciro.

O Fluminense voltou para o segundo tempo mais ofensivo e buscava pressionar os mandantes, que, por sua vez, tentavam cadenciar o jogo. Aos 10min, Marquinho cobrou escanteio curto, Lanzini arriscou da esquerda e Marcelo Lomba espalmou. No rebote, a zaga da equipe baiana mandou pela linha de fundo.

No entanto, quando os cariocas eram melhores na partida, o Bahia ampliou a vantagem. Aos 14min, Marcos avançou pela direita, fez o cruzamento e Gum acabou tocando contra as próprias redes, enganando Diego Cavalieri.

Vendo sua situação ficar mais complicada, os cariocas seguiam no campo de ataque. Aos 17min, Carlinhos cruzou para Fred, o atacante chutou mascado e Marcelo Lomba defendeu. Porém, oito minutos depois, os mandantes consolidaram a vitória. Lulinha invadiu a área, foi derrubado por Gum e o árbitro assinalou a penalidade. O zagueiro recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. Na cobrança, Souza deslocou Diego Cavalieri e anotou seu segundo gol na partida.

Pouco organizado e com dificuldades na armação de jogadas, o Fluminense não ofereceu mais perigo ao Bahia, que ainda teve a chance de transformar a vitória em goleada, aos 38min, quando Souza exigiu boa defesa de Diego Cavalieri. Tocando a bola com calma, os mandantes só esperaram até o apito final.

Ficha técnica

BAHIA 3 X 0 FLUMINENSE

Gols

BAHIA:

Souza, aos 27min do 1º tempo e aos 26min do 2º tempo, e Gum (contra), aos 14min do 2º tempo

BAHIA: Marcelo Lomba; Marcos, Titi, Danny Morais e Dodô; Fahel, Fabinho, Helder e Carlos Alberto (Lulinha) (Camacho); Jones (Diego Jussani) e Souza

Treinador: Joel Santana

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wallace, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Rodrigo (Fernando Bob), Marquinho e Lanzini (Rafael Moura); Ciro (Martinuccio) e Fred

Treinador: Abel Braga

Cartões amarelos

BAHIA: Marcos, Diego Jussani e Souza

FLUMINENSE: Gum, Fernando Bob e Fred

Cartões vermelhos

FLUMINENSE: Gum

Árbitro

Heber Roberto Lopes(PR)

Local

Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)

Fonte: Terra, www.terra.com.br