Bandeira de Mello desiste da Seleção para cuidar da crise no Fla

Bandeira de Mello foi aconselhado por pessoas a ficar no Rio

A crise no Flamengo tirou o presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, da seleção brasileira na Copa América Centenário. O dirigente não virá aos Estados Unidos para ser o chefe da delegação para a qual foi convidado. 

Bandeira foi pressionado pelos seus parceiros no Flamengo a ficar no Rio por causa do momento difícil que o time passa, instável em campo e ainda sob risco de ficar sem técnico. Muricy Ramalho pode pedir demissão por causa do problema de saúde. 

Mesmo fora da delegação, Eduardo Bandeira de Mello disse que estará nos Estados Unidos para assistir a alguns jogos.

Bandeira de Mello
Bandeira de Mello
Fonte: iG