Barcelona marca no fim e termina Espanhol com empate

O Betis quase estragou a última partida do técnico Pep Guardiola no comando do Barcelona

O Betis quase estragou a última partida do técnico Pep Guardiola no comando do Barcelona, pelo Campeonato Espanhol, neste sábado. Jogando no Estádio Benito Villamarín, a equipe hispalense saiu atrás no marcador com gol de Busquets, mas conseguiu a virada no segundo com gols de Rubén Castro. Mas um gol de Keita nos acréscimos colocou números finais e o jogo pela última rodada da competição terminou 2 a 2.

Antes de se despedir do comando da equipe catalã, pois o Barcelona terá pela frente o Athletic Bilbao pela final da Copa do Rei - 25 de maio, no Estádio Vicente Calderon -, Guardiola termina seu ciclo como treinador no Campeonato Espanhol com três títulos e um vice-campeonato, o desta temporada. Mesmo com os dois gols tomados neste sábado, Valdés terminou o Espanhol com o Troféu Zamora, prêmio do goleiro menos vazado. Assim, o camisa 1 do Barça se iguala com Antoni Ramallets como recordista da premiação, com cinco conquistas.

Com desempenho abaixo da, sua, média neste sábado, Messi - com 50 gols - torce para Cristiano Ronaldo não marcar cinco gols ou mais no confronto entre Real Madrid e Mallorca no domingo para terminar pela segunda vez como principal artilheiro do Campeonato Espanhol. Anteriormente, o argentino se sagrou o principal goleador da competição na temporada 2009/20, quando balançou as redes adversárias por 34 vezes.

O resultado garantiu ao Betis a marca de nunca ter perdido para o Barcelona de Guardiola jogando no Estádio Benito Villamarín. Em quatro confrontos contra os catalães nas últimas quatro temporadas, o clube de Sevilha venceu dois jogos e empatou outros dois.



Fonte: Terra