Barcelona planeja apresentação de Neymar à imprensa para 3 de junho e aguarda aval da CBF

Barcelona planeja apresentação de Neymar à imprensa para 3 de junho e aguarda aval da CBF

Na terça-feira, Neymar se apresenta ao técnico Luiz Felipe Scolari para iniciar a preparação para a Copa das Confederações.

Antes mesmo de Neymar anunciar a todos sua escolha de defender o Barcelona pelos próximos cinco anos, o clube espanhol já tinha ciência da "vitória" sobre o Real Madrid e pensava inclusive na data da apresentação.

Membros do estafe do jogador foram comunicados de que a ideia é mostrar o novo craque da equipe à torcida e à imprensa da Espanha no dia 3, segunda-feira pós amistoso da seleção brasileira contra a Inglaterra, no Maracanã (dia 2).

Para isso, no entanto, o Barça depende do aval da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), e o pedido será feito no começo desta semana. Na terça-feira, Neymar se apresenta ao técnico Luiz Felipe Scolari para iniciar a preparação para a Copa das Confederações.

No plano dos dirigentes da equipe azul-grená, o jogador deixaria o Rio de Janeiro no começo da noite do próprio dia 2 e seguiria direto para Barcelona. Em uma "maratona", iria ao Camp Nou, estádio do time, para ser apresentado aos torcedores, que o aguardam com grande expectativa, e à imprensa, que o acompanha há pelo menos dois anos, quando os primeiros boatos envolvendo o atleta na Espanha surgiram.

Neymar faria as tradicionais fotos posadas ao lado dos dirigentes, vestiria a camisa da nova equipe (ainda não está decidido o número) e concederia uma entrevista coletiva ao lado do presidente Sandro Rossell. Dando sequência à maratona, voltaria ainda na noite do dia 3 para o Brasil, para no dia 4 mais uma vez estar à disposição de Felipão.

Depois de tanto esforço para conseguir concretizar a chegada do ex-jogador do Santos, o Barcelona não quer deixar seus fãs aguardando por tanto tempo para ver o novo candidato a ídolo da equipe - Neymar jogará o torneio no Brasil e, caso a seleção chegue à decisão, ele só estaria "liberado" no dia 01 de julho.

O camisa 11 do Santos, que se despede nesta tarde em Brasília, contra o Flamengo, anunciou na noite de sábado a escolha pelo Barcelona. Na sexta, o time paulista recebeu propostas oficiais dos catalães e também do Real Madrid - esta, aliás, melhor financeiramente (35 milhões de euros, contra 28 do Barça, e 11 milhões de euros por ano em salários para atleta, contra 7 mi dos "rivais" espanhóis).

Na Espanha, a "vitória" do Barça era considerada certa desde sexta, quando o diretor do clube Raul Sanllehí ficou reunido por nove horas com dirigentes do Santos, na Vila Belmiro. Saiu de lá por volta das 23h50, e 15 minutos depois o jogador chegou acompanhado de seu pai e do empresário Wagner Ribeiro.

Fonte: UOL