Barrichello bate no fim, perde 5 posições e Hamilton larga na pole nas ruas de Cingapura

Brasileiro tinha marcado o quinto tempo. Após trocar o câmbio, ele perdeu cinco posições e sai em décimo;

Após o acidente de Rubens Barrichello, a 26 segundos do fim da superpole, Lewis Hamilton garantiu a pole position do GP de Cingapura, que será disputado neste domingo. O inglês marcou 1m47s891, três décimos à frente de Sebastian Vettel, da RBR, o segundo colocado. Nico Rosberg, da Williams, ficou em terceiro, seguido pelo australiano Mark Webber.

Rubens Barrichello bateu no fim da superpole, mas já tinha marcado o quinto tempo no treino classificatório. No entanto, o brasileiro teve o câmbio de seu carro trocado pela Brawn GP e já tinha perdido cinco posições no grid de largada. O vice-líder do campeonato vai sair na décima posição, duas à frente do rival e companheiro Jenson Button, que está 14 pontos na frente. Fernando Alonso, da Renault, foi um dos beneficiados com a punição a Barrichello pela troca de câmbio.

O espanhol tinha marcado o sexto tempo, mas largará uma posição à frente, em quinto, com Timo Glock, da Toyota, logo atrás. Nick Heidfeld e Robert Kubica, da BMW Sauber, saem em sétimo e oitavo, respectivamente. Heikki Kovalainen, da McLaren, conseguiu a nona posição no grid. Button não consegue bom tempo e fica apenas em 12º Na segunda parte do treino classificatório (Q2), Jenson Button não conseguiu um bom desempenho e vai largar apenas na 12ª posição em Cingapura.

Líder do campeonato, o inglês viu Rubens Barrichello, seu companheiro de equipe, avançar à superpole. O brasileiro, contudo, teve de trocar o câmbio, perdeu cinco posições no grid e sai em décimo. Kimi Raikkonen, da Ferrari, também foi eliminado no Q2. O finlandês até tentou uma volta rápida no fim do trecho, mas não conseguiu andar bem e ficou apenas na 13ª posição. Outro eliminado foi o italiano Jarno Trulli, da Toyota, que largará em 15º neste domingo e foi o último no Q2. Fisichella e Grosjean são eliminados ainda no Q1 Em sua segunda corrida na Ferrari, Giancarlo Fisichella não conseguiu ainda se acostumar com o carro vermelho de Maranello.

O italiano não conseguiu andar bem durante todo o fim de semana e marcou apenas o 18º tempo no treino classificatório e foi eliminado ainda na primeira parte do treino (Q1). Romain Grosjean, que enfrenta neste fim de semana uma intoxicação alimentar, não conseguiu fazer um bom treino novamente e sai apenas na 19ª e penúltima posição. O francês errou muito durante os treinos livres e até protagonizou uma cena semelhante ao do acidente forjado de Nelsinho Piquet no ano passado. A Renault chegou a cogitar substituí-lo por Lucas di Grassi, reserva do time, mas o piloto conseguiu a liberação dos médicos em Cingapura.

Fonte: GloboEsporte